Home » Áudio e vídeo » Smart TVs da Samsung ouvem o que o consumidor fala

Smart TVs da Samsung ouvem o que o consumidor fala

Smart TVs da Samsung com recurso de comandos por voz escutam o usuário o tempo todo e enviam dados para third party, função não pode ser desligada

5 anos atrás

samsung-tv

Vocês se lembram que em 2013 a LG se meteu num belo rolo de privacidade, bem na época em que o assunto Edward Snowden estava quentinho? Na ocasião foi descoberto por diversos usuários que as Smart TVs da fabricante sul-coreana coletavam dados que tudo que o consumidor assiste em seu aparelho, quer ele desative a opção ou não (isso quando a TV dá essa opção, a minha por exemplo não tem). Canais assistidos, resultados do motor de busca, arquivos em HDs externos e pendrives... tudo é vasculhado e enviado para a LG.

Quando a empresa admitiu realizar a coleta, sua rival Samsung mais do que depressa correu para afirmar que não realizava nada do tipo em seus televisores, embora não tinha dito nada sobre monitorar os hábitos do consumidor. Pois bem, isso realmente ocorre em alguns modelos.

Um usuário do Reddit descobriu o “feature” ao fuçar na Política de Privacidade das Smart TVs da companhia, e lá pelas tantas há uma “recomendação” dada a donos de modelos de Smart TVs que possuem controle por voz. Caso já tenha juntado os pontos a TV escuta o ambiente o tempo todo, e tudo o que ela capta é enviado a uma third party muito provavelmente para aprimorar o recurso de reconhecimento de fala das TVs (e pela natureza do aviso a função não pode ser desligada). A sentença é a seguinte:

Tome cuidado ao falar sobre informações sensíveis ou pessoais (próximo da TV), pois essas informações estarão entre os dados capturados e transmitidos a uma 3rd party.

Embora a iniciativa da Samsung seja interessante, pairam muitas incertezas no ar. Primeiro, quem é essa third party que está lidando com os dados dos usuários? A transmissão é encriptada ou é feita como no caso da LG, sem nenhuma camada de segurança?

A Samsung se manifestou depois da bomba estourar, dizendo que “leva a segurança e a privacidade muito a sério” e aconselha os usuários que não quiserem ter seus dados coletados que desliguem o recurso de comando por voz ou — e isso é um absurdo — desconectem a Smart TV da internet. Porque claro, incluir o recurso de desligar a coleta é muito difícil, se o usuário não quer colaborar, que fique sem features.

Em verdade devemos nos acostumar com essa situação: somos monitorados o tempo todo, o Google sabe de nossa vida e cuida dela melhor do que nós mesmos e ele também nos ouve o tempo todo, isso ou o comando de voz não funcionaria. E outra, indivíduos separados não são interessantes, mas o comportamento de uma população é um prato cheio, Big Data é a mina de ouro das empresas de tecnologia hoje em dia. A Samsung ainda foi transparente e avisou os usuários sobre a coleta, embora eu ainda lamente ela não fornecer um modo de evitar isso sem ter que podar features da Smart TV.

Por isso já sabem: evitem ter conversas capciosas na frente de sua Smart Samsung, pois ela está de ouvidos bem abertos.

Fonte: BBC.

relacionados


Comentários