Home » Hardware e periféricos » Galaxy S6 não usará Snapdragon 810 por problemas de superaquecimento

Galaxy S6 não usará Snapdragon 810 por problemas de superaquecimento

Galaxy S6 não terá versão com o Snapdragon 810 devido problemas de superaquecimento; gadget contará pela 1ª vez somente com SoCs da própria empresa coreana

5 anos atrás

snapdragon-qualcomm

Tudo indica que a parceria entre a Samsung e a Qualcomm não dará frutos nesta geração da linha Galaxy S. De acordo com informes da Bloomberg, a empresa sul-coreana abriu mão de inserir o Snapdragon 810 no Galaxy S6 e, em vez disso, seu futuro top de linha terá versões equipadas apenas com chips da própria empresa. Motivo? Superaquecimento.

O problema foi apontado há algumas semanas: tanto o Snapdragon 810 quanto o 615 superaquecem quando os núcleos Cortex-A57 ultrapassam a frequência de 1,4 GHz, chegando ao ponto de a velocidade do clock ter sido drasticamente reduzida em benchmarks a fim de evitar danos. Quando a GPU Adreno 430 entra em cena, principalmente em games o problema volta a ocorrer.

A fonte disso tudo foi ter aberto mão de sua mais que testada tecnologia Krait para entrar na arquitetura ARM de 64 bits. Tais problemas teriam causado um atraso na entrega do Snapdragon 810 para os parceiros fabricantes, algo que a Qualcomm desmentiu posteriormente. A LG, que incluiu o 810 no G Flex 2 também negou que o chip tenha apresentado quaisquer problemas de superaquecimento.

Já a Samsung prefere não arriscar. Contatos próximos à empresa informam que para evitar problemas posteriores, o Galaxy S6 não contará com uma versão equipada com chips da Qualcomm, pela primeira vez desde o início da parceria com o Galaxy S2. Ao invés disso a empresa sul-coreana vai utilizar “os mais avançados chips” dela própria, e muito provavelmente a linha Exynos 7 Octa será a escolhida.

Isso pode ser um duro golpe para a Qualcomm: embora a Samsung não seja mais o centro das atenções da plataforma Android, é fato que seus aparelhos high-end atraem a atenção e ainda são poderosas ferramentas de marketing. Perder espaço no Galaxy S6 pode ser perigoso para ela.

Por outro lado, a Samsung já vem tentando andar com os próprios pés há tempos no que tange a SoCs; como uma das fornecedoras de chips da Apple é fato que a companhia tem excelência em produção de hardware. A pisada na bola da Qualcomm, causada muito provavelmente pela incapacidade de se adaptar à arquitetura da ARM pode ser a chance de enfim se distanciar de fornecedores e cuidar de todo o hardware de seus devices.

Fonte: BB.

relacionados


Comentários