Home » Áudio e vídeo » Resenha: A Entrevista — sério que esse filme fez tanto barulho?

Resenha: A Entrevista — sério que esse filme fez tanto barulho?

Confira a resenha de “A Entrevista”, certamente o filme mais polêmico de 2014. Produzido pela Columbia Pictures, o longa-metragem mereceria ter o lançamento cancelado pelos hackers que invadiram a Sony?

5 anos atrás

Laguna_The_Interview_cartaz

Cartaz brasileiro do filme “The Interview” (Crédito: Adoro Cinema)

A imagem que as pessoas têm de super-heróis e ditadores é a de seres inatingíveis, perfeitos. No caso dos super-heróis nas adaptações, agradeçam à magia dos efeitos especiais de Hollywood. Ditadores, por outro lado, têm de recorrer à velha tecnologia da manipulação dos meios de comunicação para esconder do povo os defeitos de seus governos totalitários.

Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”: um ditador não pode fraquejar ou os mocinhos poderão fazer aquele desagradável golpe de Estado e impor uma odiosa democracia. Só que todo ser humano que existe em uma pessoa inatingível tem seu ponto fraco. No caso de um ditador, pode ser a vaidade.

Ser apenas um chefe de Estado na Ásia não é o bastante se você é fã das amadas celebridades do ocidente e almeja ser uma. Celebridade que se preze deseja participar do talk show favorito e fazer bonito n'A Entrevista.

Sony Pictures Entertainment — The Interview Movie - Official Red Band Trailer

Cuidado: spoilers a seguir.

Laguna_The_Interview_dinner

Antes da entrevista, um jantar bem animado (Crédito: Columbia Pictures)

Dave Skylark (James Franco) é o apresentador do talk show mais concorrido entre as celebridades. Não é somente concorrido, imagine um entrevistador que consegue extrair o segredo mais íntimo que aquela celebridade guardava para si.

Problema: Aaron Rapaport (Seth Rogen), seu melhor amigo e produtor do Skylark Tonight não está satisfeito com o rumo nada jornalístico do programa. Por um belo acaso, acaba por descobrir um grande fã de Dave Skylark, nada menos que o glorioso grande líder da Melhor Coréia Kim Jong-un (Randall Park).

Antes de Aaron e Dave partirem para a Coreia do Norte, a CIA lhes dá uma missão: assassinar o ditador. Infelizmente o plano inicial dá errado pois Skylark descobre que Kim Jong-un é… gente como a gente. O jovem chefe de Estado curte basquete, mulheres, maconha e beber margarita ao som de Katy Perry. Pessoas passando fome na Melhor Coréia? Invenção do governo norte-americano, óbvio!

Ou não. A Melhor Coréia possui arsenal nuclear e os mísseis podem atingir a América. Se é errado matar uma pessoa para salvar os Estados Unidos, melhor mudar o modus operandi da missão. Não seria melhor tornar o ditador humano e vulnerável diante do povo norte-coreano, deixando que este decida o que fazer com Kim Jong-un?

Extrair os segredos das celebridades ao vivo e diante das câmeras é a especialidade do programa Skylark Tonight.

Fim dos spoilers.

Laguna_The_Interview_switcher

Bastidores bem agitados (Crédito: Columbia Pictures)

Durante dois terços do longa-metragem, podemos até simpatizar com o líder norte-coreano retratado ali. A grande polêmica é a exagerada cena final, onde uma série de coincidências levam ao final feliz (Deus ex machina). Exceto para Kim Jong-un. Seria motivo para um grupo hacker supostamente norte-coreano barrar o filme? Não, não acho que chega aos pés das sátiras envolvendo Saddam Hussein.

Considerações finais

A Entrevista tenta ser comédia e não se leva à sério nem para tentar nos fazer rir. Motivo? A dupla James Franco e Seth Rogen tem tanta química em cena que parece que algumas piadas só funcionam entre eles, deixando o espectador perdido em uma ou outra referência.

Para o tio Laguna, Franco e Rogen pareciam bem mais à vontade no É o Fim e, como neste, o resultado é um filme besteirol inofensivo e esquecível cujo tema flerta com território perigoso, dada a onda conservadora que notamos aqui e mundo afora. Talvez o melhor parâmetro seria imaginar um filme brasileiro de comédia com orçamento privado de 44 milhões de dólares. A Entrevista seria só um pouquinho melhor.

Observação: as resenhas de filmes no MeioBit normalmente são publicadas logo após o lançamento oficial no Brasil mas, segundo a Folha de S. Paulo, não há previsão para A Entrevista estrear nos cinemas brasileiros. Como antes da confusão toda a estreia brasileira era prevista para o final de janeiro, fica complicado esperar até lá: não é um filme tão memorável assim, ganhou mais destaque pela invasão (e ameaças) dos hackers à Sony Pictures para supostamente impedir seu lançamento.

A Entrevista é mais uma vítima do Efeito Streisand: ao tentarem cancelar o lançamento, os hackers tornaram o filme muito mais interessante do que ele realmente é. Mantenha as expectativas baixas e você vai conseguir se divertir.

Onde assistir

YouTube Movies, Xbox Video, Google Play Filmes e o site da Kernel. Basta ter uma conta norte-americana e cartão de crédito com endereço idem.

O Gizmodo diz que centenas de milhares de pessoas encontraram outro caminho. Prefiro não arriscar.

relacionados


Comentários