Andromium, o deck que transforma seu Android num desktop

andromium

Há algum tempo atrás a Motorola e a Canonical tentaram introduzir um conceito no mínimo interessante: o Motorola Webtop e o Ubuntu Edge seriam soluções que permitiriam ao usuário transformar seus smartphones Android num desktop, bastando conectá-lo a um dock ou um acessório. Só que tanto um quanto o outro não deram muito certo, o primeiro pela adesão pífia, o segundo porque não conseguiu se financiar (também pudera, US$ 32 milhões…).

Agora uma startup acredita que com seu produto, um dock chamado Andromium o sonho de muita gente de ter um computador completamente funcional no bolso pode se realizará. Eu tenho cá minhas dúvidas.

http://vimeo.com/113366035

Colocando de forma simples, o dock de apenas US$ 35 transforma seu aparelho Android, qualquer que seja em um desktop plenamente funcional, com barra de tarefas e tudo. É possível controla-lo através de teclado e mouse, seja wireless ou com cabo (o acessório possui três portas USB), além de claro carregar seu device.

Não é preciso instalar uma ROM customizada, nem mesmo fazer root em seu aparelho: ao adquirir o Andromium o usuário terá acesso ao sistema operacional Andromium OS via Play Store, e uma vez instalado entrará em ação sempre que seu aparelho for colocado no dock. Suas aplicações continuarão rodando em segundo plano, portanto será possível atender ligações, responder a mensagens e tudo mais enquanto estiver o utilizando como um computador de mesa.

O conceito do Andromium em si é muito legal, principalmente porque difere do proposto antes: a princípio qualquer smartphone Android será compatível, o que torna o recurso extremamente democrático. E o preço baixo do dock faz dele uma solução a se considerar.

Entretanto há um problema: tanto o Motorola Webtop quanto o Ubuntu Edge não tiveram grande apoio da comunidade, se bem que no segundo caso a Canonical chutou o pau da barraca e pediu um valor de financiamento muito alto. A campanha do Andromium ficará aberta até o dia 25 de janeiro e até o momento já angariou quase 13 mil dólares dos US$ 100 mil pedidos.

http://vimeo.com/113827611

Embora tenha achado o produto interessante, fico na dúvida se o público vai aderir em peso e caso o projeto seja financiado, se uma startup terá êxito onde Motorola e Canonical falharam.

Fonte: KS.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar