Home » Internet » Facebook deixa de usar Bing e mira no Google

Facebook deixa de usar Bing e mira no Google

Facebook deixa de exibir resultados do Bing no Graph Search; motor de busca próprio pode estar sendo preparado para concorrer com o Google

5 anos atrás

facebook

Não muito tempo atrás o Facebook e a Microsoft fecharam uma parceria para que o Bing fosse o motor de busca do Graph Search, a ferramenta diabólica da rede de Zuckerberg que permite você encontrar qualquer pessoa que quiser, desde que você entre com as querys certas. O acordo era benéfico principalmente para Redmond, pois teria mais uma plataforma para exibir o poder do Bing frente ao Google, e mostrar que ele já saiu da adolescência. Basta ver o que a Cortana anda fazendo.

Entretanto o namoro acabou. Em prol de dar preferência a suas próprias soluções o Graph Search deixou de exibir os resultados do Bing. E a aposta é oferecer um motor de busca tão bom – ou melhor – quanto o Google.

Ao que tudo indica a queda do Bing se deu na última segunda-feira, quando o Facebook introduziu uma atualização no Graph Search que permite agora encontrar postagens específicas e não mais apenas pessoas. Um porta-voz do Facebook confirmou a história, dizendo que o foco é “exibir o que as pessoas compartilham na rede social”. Da mesma forma, a Microsoft declarou que “continua como parceira do Facebook em diversas áreas”.

A Microsoft via como crucial a parceria com o Facebook no Graph Search para promover o Bing, mas agora a rede social de Zuckerberg está se movimentando para andar com suas próprias pernas. O algoritmo da busca maligna é muito bom, dá para encontrar qualquer pessoa (e agora, qualquer postagem) desde que o usuário seja capaz de fazer as perguntas certas. O fato é que as prioridades mudaram: Zuck já havia declarado anteriormente que “a busca não é o foco do Facebook”, mas é evidente que ele tenha notado que o bom resultado do Graph Search permite o investimento em uma solução própria.

Especula-se que o Facebook esteja de olho no mercado de buscas online, canibalizado pelo Google. É cedo para afirmar entretanto se o motor do Graph Search seria tão bom quanto, embora é possível que a equipe da rede social tenha absorvido uma ou outra coisa durante o período que utilizaram o Bing.

Não acredito que poderiam ameaçar a hegemonia de Mountain View nessa área, ao menos a curto prazo, mas dependendo da aplicação e integração com seus próprios serviços (muito provavelmente buscando facilitar a coleta de dados que já realiza), é possível que o motor do Facebook possa vir a ser um produto no mínimo interessante, seja para os usuários ou para os parceiros comerciais.

Fonte: R.

relacionados


Comentários