Home » Hardware e periféricos » Chromebooks superam iPads nas escolas dos Estados Unidos

Chromebooks superam iPads nas escolas dos Estados Unidos

Diferença de preço é um dos principais fatores que levaram ao crescimento da adoção dos Chromebooks em escolas dos Estados Unidos, superando o iPad

5 anos atrás

chromebooks-for-education

A Apple gosta de se gabar que o iPad é a solução número nos ambientes escolares. E com razão, nos Estados Unidos o programa de distribuição de seus tablets para instituições escolares vai muito bem, permitindo que os estudantes tenham acesso a um hardware de primeira e softwares interativos que ajudam e muito na hora de estudar até rachar e não levar bomba na prova.

Só que a situação está mudando: de acordo com dados obtidos pela IDC o Google ultrapassou a rival em número de dispositivos enviados a escolas no último trimestre de 2014, principalmente porque o Chromebook é bem mais barato.

As estimativas apontam para o seguinte: enquanto a Apple despachou 702 mil iPads para estudantes no terceiro trimestre, o Google enviou 715.500 Chromebooks. Não é preciso pensar muito para saber qual o principal motivo: custando a partir de US$ 199, fica difícil para Cupertino concorrer, sendo que seus tablets começam em US 499.

Não é novidade que o setor educacional se tornou um rico filão para as empresas de tecnologia. A Apple vinha gozando de certa folga nessa categoria, mas como os Chromebooks vêm melhorando aos poucos e o preço mais atraente acabam por pesar na escolha do corpo docente pelo hardware de Mountain View.

Não é como se a presença dos iPads disse diminuir nas escolas norte-americanas, mas agora a concorrência será mais acirrada. E fica a lição: preço ainda é um fator importante quando falamos de licitações de hardware.

Fonte: FT.

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários