Home » Hardware e periféricos » Nokia ressurge pelo N1, tablet com Android Lollipop e USB transformista

Nokia ressurge pelo N1, tablet com Android Lollipop e USB transformista

Após abandonar a linha X em favor do Windows Phone, o que restou da Nokia original veio chupar o pirulito do robô verde: a finlandesa anuncia o Nokia N1, tablet Android fabricado pela Foxconn com conector USB reversível.

5 anos atrás

Laguna_Nokia_Black_Box

O que tem dentro dessa caixa misteriosa da Nokia? Resposta logo abaixo (Crédito: Twitter)

O tio Laguna já foi muito fã da Nokia, uma pena que ela foi deixando a oportunidade passar e acabou sendo atropelada pela ascensão dos smartphones Apple e wannabe Android. O resultado? A finlandesa acabou sendo abocanhada pela Microsoft, tornando-se em teoria fabricante exclusiva de Windows Phones.

Antes de ser digerida, a Nokia chegou a lançar uma linha de smartphones Android, Nokia X, mas a contenção de custos promovida pelo novo CEO Satya Nadella aparentemente havia dado fim em tal iniciativa. O recente anúncio do Lumia 535, primeiro Lumia sem Nokia, parecia ser o prego no caixão da fabricante finlandesa.

Ledo engano.

Laguna_Nokia_N1

Finlandesa chupando pirulito? (Crédito: Nokia)

Aparentemente a outra Nokia que nada tem a ver com a Microsoft pode sim lançar um produto sem Windows. Um tablet x86, Android. Fabricado pela Foxconn, é um hardware licenciado que apenas usaria a marca Nokia e o software dela. John Kneeland, representante da finlandesa na Slush 2014, diz que o hardware é um Nokia legítimo.

http://www.youtube.com/watch?v=0bXq3V0wEgINokia N1 revealed

Paternidade da criança à parte, ao assistirmos o curto vídeo acima, podemos perceber que os finlandeses rebeldes não estão para brincadeira nessa guerra: o Nokia N1 é o que o iPad mini 2 poderia ter sido, se fosse feito pela Foxconn para concorrer contra a cliente Apple.

Vamos à listinha de especificações:

  • tela com diagonal de 7,9 polegadas;
  • resolução 2048 × 1536 pixels (proporção 4:3);
  • painel IPS protegido pelo Gorilla Glass 3;
  • processador central Intel 64 bits (x86), é um Atom Z3580 rodando a 2,4 GHz (quad-core);
  • processador gráfico PowerVR G6430 (basicamente o mesmo encontrado no Apple A7);
  • memória principal (RAM) de 2 GB;
  • memória secundária (armazenamento) de 32 GB;
  • câmeras: selfie (frontal) de 5 megapixels e principal (traseira) de 8 Mp;
  • conectividade: Bluetooth 4.0 e Wi-Fi 802.11ac com tecnologia MIMO, nada de versão LTE por enquanto;
  • carga da bateria: 5.300 mAh;
  • espessura: 6,9 mm;
  • peso: 318 g.

·  
Tudo isso aí para rodar logo de cara o Android 5.0 Lollipop, com o Nokia Z Launcher UI. E pelo precinho camarada de US$ 249, basicamente o que a Apple cobra hoje pelo iPad mini 1. Detalhe que o conector não é um micro-USB comum.

Laguna_Nokia_N1_USB_type_C

Conector do Nokia N1. Soa familiar? (Crédito: Nokia)

O Nokia N1 será um dos primeiros dispositivos a serem lançados com o conector USB tipo C reversível, ou seja, você encaixa ele em qualquer posição (ui). Embora o conector fisicamente permita uma conexão USB 3.1, o chipset Intel utilizado no Nokia N1 possui suporte apenas ao USB 2.0, então se você quiser transferir vídeos educativos em alta definição tenha paciência.

O lançamento do Nokia N1 está previsto para o ano novo chinês, 19 de fevereiro de 2015, e somente aquele mercado emergente está confirmado para receber o tablet logo de cara. Depois o N1 será lançado na Rússia e em outros mercados próximos. Assim como o Nokia X, não há previsão de lançamento oficial no Brasil.

relacionados


Comentários