Home » Segurança » Rússia denuncia: avião da Malásia foi derrubado por caças ucranianos

Rússia denuncia: avião da Malásia foi derrubado por caças ucranianos

Breaking News, chocante, assustador. Rússia revela foto de caça ucraniano atirando no avião da Malásia e internautas revelam que russos são patéticos no Photoshop.

5 anos e meio atrás

Foto 17-11-14 20 51 46

A Rússia é um lugar curioso, e nem falo por causa dos meteoros e câmeras nos carros. Décadas de comunismo e a falta da bagunça brasileira criaram um povo que adora líderes “fortes”. Séculos de novelistas suicidas e ufanismo justificado (chupa, Hitler!) criaram um amor pelo drama inigualável. Tudo na Rússia precisa ser épico e dramático. Inclusive a mídia. O Russia Today por exemplo é uma espécie de Fox News Vermelha, mas ao contrário da maioria dos países toda a mídia é controlada pelo Governo, só varia o entusiasmo das reportagens.

Esse controle total da mídia causa um distanciamento da realidade. Como editores da Wikipedia, líderes autoritários se acham com o poder de definir fatos e acontecimentos. Por isso países como Canadá Irã e a Melhor Coréia passam por vergonhas coletivas de Photoshop. Agora foi a vez de Moscow.

Quando os russos invadiram a Criméia, com direito a carros de combate, artilharia antiaérea e tropas especiais com os emblemas removidos, Moscow com a maior cara-de-pau do mundo disse que não tinha nada a ver com aquilo, e que desconhecia a origem das trais tropas. Feito o plebiscito absolutamente honesto e isento (usaram cédulas de papel, segundo a internet assim não há fraude) as tropas desconhecidas desapareceram, instantaneamente tropas russas se teleportaram no lugar delas.

Com o bicho pegando entre o Governo de Kiev e rebeldes, o vôo MH-17 da Malásia Airlines foi pro saco, segundo todas as evidências derrubado pela escória rebelde. Bem que o Imperador Czar Putin avisou. Ou melhor, não. O Putin apóia os rebeldes, então da mesma forma que militantes políticos e fãs de reality, seus ídolos não podem fazer nada errado, nunca. Desde o começo a Rússia inventou justificativas para a queda do avião, mas agora foram longe demais.

O Canal Um e a Rossiya TV divulgaram uma imagem que teria sido vazada por um Wikileaks russo, e se você achou ridículo quando acreditaram que imagens de Lost eram fotos do acidente da Gol, prepare-se. Dessa vez superaram.

A história é que um engenheiro russo investigando o acidente recebeu por e-mail de um contato americano uma imagem feita com um satélite estrangeiro, mostrando um Su-25 disparando no Boeing.

846104-a1abb3ca-6c3c-11e4-ae84-798920b22a79

Essa foto foi repassada pela mídia russa como se fosse algo escrito em pedra no alto de uma montanha. O problema é que não resiste a 30 s de escrutínio, ainda mais em tempos de internet.

Primeiro, é absolutamente impossível um satélite enquadrar o local exato no momento exato. É uma chance em um bilhão, que naquela região, naquele momento um satélite estivesse acompanhando exatamente aquele avião, mas esse nem é o maior problema.

Pra começar, a imagem da região é do Google Earth, datada de 2012:

B2bl4YrCUAEdaXC

As nuvens da imagem divulgada são as mesmas da região no Google Earth:

mh17-shotdown-google

O Boeing? Se você procurar no Google Images em russo por “Boeing visto de cima” a imagem usada na montagem é a PRIMEIRA que aparece:

B2cFJfWIIAARjMA

Que a imagem é de um Boeing 767 e o que foi derrubado era um 777 é apenas (mais) um detalhe.

Quanto ao caça, os russos alegam que foi um Su-25 Frogfoot, excelente embora antiquado avião de ataque ao solo, mas há um ligeiro problema:

su27

Pois é. O tal caça não corresponde a um Su-25.

Como também é quase imperceptível a diferença entre a pintura do nome da empresa, que no avião da foto russa está adiante das asas, e na Malásia Airlines fica em cima das asas:

B2atFWvIUAE1qZT

Por algum motivo obscuro a mídia está repassando a notícia ainda como “dúvida”. O governo ucraniano fez uma coletiva para desmentir a tal foto. Moscow se distanciou da história quando viram que tudo não passa de uma falsificação grosseira, mas os fãs do Putin invadiram os comentários dos sites defendendo a veracidade dessa imagem indefensável.

É um fenômeno no mínimo curioso. Não importa o tamanho da barbaridade que você publique na internet, não importa se seja inquestionavelmente falso. Sempre aparecerá alguém para defender. Vivemos o ocaso do senso crítico, uma época em que querer acreditar é suficiente para que algo se torne verdade. É muito triste.

Só que como não tem jeito vamos aproveitar e faturar alguns cliques. COM VOCÊS COM EXCLUSIVIDADE AS FOTOS DO ACIDENTE DO MH17:

aviao_gol2

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários