Procrastinação? Não mais, Facebook agora quer ser produtivo no ambiente de trabalho

Laguna_Facebook_in_bed

Home Office 2.0 (Crédito: Engadget)

Convenhamos que Facebook e produtividade não combinem muito: você tem trabalho a fazer, dá aquela espiadinha nas fotos da linda amiga e lê um textão qualquer sobre o assunto polêmico de anteontem e pronto, lá se vai uma manhã inteira. Se entrar em treta com o amigo da onça, aí lá vai a tarde.

O tio Laguna pode usar a desculpa de que atualiza a página do MeioBit para estar conectado na tal rede social, mas e quem não trabalha com o Facebook, como justificar a procrastinação?

Laguna_Facebook_Campus_Sign

Seja produtivo com o Facebook na mão, mas olhe por onde anda (Crédito: Jeff Chiu)

Rumores dão conta de que a empresa do tio Mark Zuckerberg estaria a desenvolver um versão profissional, o “Facebook at Work”. O app/website seria parecido com o que já temos hoje, mas o foco seria no batepapo com os colegas de trabalho, contatos profissionais e colaboração conjunta na edição de documentos. Seria uma mistura entre a rede social, o LinkedIn e o Google Drive.

Supondo que o rumor seja verdadeiro, um Facebook profissional omitindo todas aquelas atualizações constrangedoras que você não compartilharia com os colegas provavelmente faria sucesso: quem não quer poder dizer que está trabalhando, mesmo quando na verdade está procrastinando com o tio Zuck?

Até lá, o Facebook alega que vai diminuir o spam no feed de notícias diminuindo o alcance de posts promocionais com figuras que apelem para sorteios, prêmios e downloads. Outro alvo que a rede social quer enterrar são os click baits e aqueles que não agreguem conteúdo relevante como aquelas figuras religiosas que pedem “curta ou compartilhe, se não você vai pro inferno”. Ou algo assim.

Em resumo, o novo algoritmo vai prejudicar o alcance de qualquer post FB que:

  • peça para que as pessoas comprem um produto ou instalem algum aplicativo;
  • promovam sorteios e promoções sem conteúdo relevante ao contexto da página;
  • imite/reutilize formato que lembre as propagandas permitidas na rede social.

♮  
Páginas que não façam spam de qualquer tipo não precisarão se preocupar com a mudança no algoritmo do feed de notícias, que entrará em vigor em janeiro de 2015. Só espero que o Facebook consiga aumentar o alcance orgânico atual dos posts nas páginas legítimas sem nos cobrar os olhos da cara. Quem administra página por lá sabe o quanto a coisa ficou feia este ano.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar