Home » Hardware » Adeus Dramin: com vocês o Barco Auto-Estabilizante

Adeus Dramin: com vocês o Barco Auto-Estabilizante

Que mané barquinho a deslizar ao doce balanço a caminho do mar. O negócio é usar tecnologia e construir algo que parecia impossível: um barco com suspensão ativa que permanece nivelado mesmo enfrentando ondas.

5 anos atrás

1414627338-0

Quem já usufruiu dos serviços do Jumbocat em um dia de tempestade sabe que mesmo a Baía de Guanabara é capaz de agitar uma embarcação a ponto da viagem se tornar desconfortável. Idealmente a viagem seria bem mais tranquila. Em outros casos o transporte de pacientes graves por via marítima precisa ser feito em baixa velocidade, ou o balanço do mar pode agravar a condição da vítima.

Barcos de combate de pequeno porte também são prejudicados. É complicado manter a mira com o bicho subindo e descendo o tempo todo.

O Martini 1.5, da Velodyne Marine é um barco de demonstração de uma tecnologia muito, muito legal que resolverá: Eles criaram um barco com suspensão ativa, no melhor estilo Formula 1 dos bons tempos.

Em formato de Catamarã, o Martini usa acelerômetros e atuadores hidráulicos para manter o convés estabilizado, mesmo em alta velocidade. Isso em um barco-ambulância significa que o paciente pode começar a ser tratado ainda no mar. Em um barco de lazer, significa que a champã não vai cair da mesa por causa de uma onda mais forte.

O melhor: A tecnologia existe, não é idéia de designer. Veja em funcionamento:

Velodyne Marine - Chasing Martini 1.5 on San Francisco Bay

É impressionante como o barco, um meio de transporte que algumas evidências apontam ter mais de 900 mil anos de idade, ainda está sendo aperfeiçoado.

Fonte: Neatorama.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários