Home » Games » Acessórios » Zuckerberg: Oculus Rift tem que vender MILHÕES!

Zuckerberg: Oculus Rift tem que vender MILHÕES!

Mark Zuckerberg não dá moleza: segundo o CEO do Facebook, para ser um produto de sucesso o Oculus Rift tem que vender de 50 a 100 milhões de unidades

4 anos atrás

koda-kumi-oculus-rift

Mark Zuckerberg tem atirado para todos os lados, isso é um fato. A aquisição do WhatsApp pode ter sido o assunto mais badalado, mas a compra da Oculus VR também não passou despercebida. Muita gente se pergunta até hoje o que ele pretende com uns óculos de Realidade Aumentada, mas independente disso o executivo deixou claro que não quer menos do que um produto de sucesso, capaz de vender de 50 a 100 milhões de unidades.

A declaração foi dada durante a reunião trimestral com investidores do Facebook. Zuck disse que o número de vendas dos óculos de RA deve ficar nessa faixa "para se tornar uma plataforma de significado", o que é um problema visto que falando de forma bem franca, dispositivos de realidade virtual semelhante nunca atingiram um sucesso de massa. Claro que o Oculus Rift é um produto estonteante (em diversos sentidos; quando eu o testei tive uma real sensação de "borboletas no estômago", como se eu estivesse de fato numa montanha-russa), mas ao menos o CEO da rede social reconhece que o gadget não alcançará essa meta da noite para o dia.

Para isso serão necessários vários "ciclos" de modo a construir a base e cativar o jogador/usuário (visto que o Oculus Rift não será somente atrelado a jogos), e consequentemente Zuckerberg prevê que a meta seja atingida em até 10 anos. Consideremos que até o presente momento 100 mil dev kits já foram despachados pela Oculus VR a desenvolvedores, só que para Zuck isso não é o suficiente para garantir que o acessório vai arrebentar em vendas no primeiro ano de vida.

O Facebook pretende colocar a versão final do Oculus Rift nas lojas em algum momento de 2015, na melhor das hipóteses. Eu acredito que ele tem o potencial para ser grande, mas atingir os milhões de aparelhos vendidos que Zuck quer não será uma tarefa fácil, e isso de fato levará uns bons anos para se concretizar. Só não tenho tanta certeza se será realmente preciso uma década para isso.

Fonte: CVG.

relacionados


Comentários