Home » Hardware » Já virou esculacho: Windows 8.1 rodando em (não de) um pendrive

Já virou esculacho: Windows 8.1 rodando em (não de) um pendrive

Essa é pra humilhar o pessoal dos Mainframes d'antanho: um pendrive que é um computador com processador quad-core. Rápido o suficiente para rodar Windows 8.1

5 anos atrás

vlcsnap-00014

Bons tempos em que unidades de computação eram edificantes.

Quando a gente fala de sistema operacional rodando de pendrive ninguém dá muita bola. Desde que o Linux inventou os Live CDs e as placas-mãe começaram a bootar até do mouse, ficou tranquilo rodar um SO alternativo sem instalar no HD principal.

No caso em questão o buraco é mais embaixo.

Falo desse pendrive aqui, que vem em duas versões, ambas com variações do processador quad-core Bay Trail da Intel.

Uma tem 1 GB de RAM e suporta sistemas operacionais 32 bits. A outra vem com o Bay Trail Z3735F, 2 GB de RAM e suporte a 64 bits.

Ambas vêm com 16 GB ou 32 GB de armazenamento, duas conexões USB, Bluetooth 4.0, Wi-Fi 802.11b/g/n, uma porta HDMI e um slot pra micro-SD. 

A conexão principal é a porta HDMI:

Горячее-надувательство-мини-пк-с-андроид-и-окна-8-система

Óbvio que não vai rodar Crisys muito bem, mas com suporte a Android, Linux e Windows é um Media Centre perfeito, e o preço de US$ 110,00 nem assusta: estamos falando de algo com hardware bem mais robusto que o Chromecast ou o Microsoft Wireless Display Adapter.

Para quem é fanático de segurança, melhor ainda. Seu computador inteiro pode existir em um pendrive de 10 cm, que em caso de visita-surpresa da NSA você pode esconder lá onde o Sol não brilha (Curitiba, claro).

Mesmo para quem acompanha tecnologia diariamente ainda é impressionante ver que em pouquíssimo tempo computadores deixaram de ocupar salas para caberem em um chaveiro. Ê futuro legal!

Fonte: WPC.

relacionados


Comentários