Home » Meio Bit » Celular » Review: Novo Moto X e a melhor experiência Android do mercado [UPDATE]

Review: Novo Moto X e a melhor experiência Android do mercado [UPDATE]

Review do novo Moto X 2014 baseado em nossa experiência de uso real. Descubra se é o aparelho pra você, com detalhes sobre sua bateria, câmera, tela e muito mais.

4 anos atrás

MainMotoX

Há pouco menos de um mês eu fiz um post no TOAD sobre o lançamento da segunda geração do Moto X, com vários detalhes fornecidos pela Motorola.

Por esse motivo, vou pular a parte de especificações técnicas e fazer um review da usabilidade e experiência Android que este aparelho é capaz de prover, bem como algumas comparações com seu irmão mais velho.

Vou tentar ser bem sucinto nas análises para que fique fácil identificar os pontos positivos, os pontos negativos e isso vai te ajudar a decidir se o Novo Moto X é o aparelho para você.

Algumas características vão aparecer tanto como atrativo quanto como ponto de alerta, e a explicação vai estar logo abaixo. Here we go!

Pontos Positivos

Câmera

O sistema da câmera do novo Moto X é uma excelente surpresa.

Eu tinha dito no texto do TOAD que a mudança de 10 para 13 megapixels não faria diferença pra mim, e realmente não faz, mas as lentes e o processamento de imagens do novo aparelho são capazes de resultados muito melhores que os obtidos com o Moto X original, por exemplo.

Em todos os meus testes, em ambientes com pouca luz, muita luz, em movimento, tudo ficou bem melhor no novo gadget.

Luz_1st2nd

PoucaLuzLampadas_MotoX_MotoX2ndGen

Pra entender melhor, veja essas duas fotos, com zoom, de um quiosque da Nintendo:

camera_zoom

Além disso, a câmera recebeu novos comandos de voz, e o software nativo está muito mais rápido.

Dica: apesar de ter usado o software nativo da Motorola em todos os testes, considere utilizar o app de câmera do Google que possui uns recursos mais interessantes, como diminuir o tamanho da foto.

A captura de vídeos está impecável. A definição está de fato muito boa. Ele é capaz de filmar em 4K, mas como eu não tenho nenhum dispositivo de vídeo 4K para reproduzir isso, prefiro não fazer maiores comentários a respeito.

Active Moto Display

Tem um slogan que eu gosto muito que é “It Just Works” e eu espero que vocês saibam de onde ele veio. E é isso que melhor define o sistema de interações e notificações do Moto X.

Existem várias opções de personalização das notificações, que agora são exibidas na tela de bloqueio com controle individual. Você pode clicar em cada um dos ícones e ele te mostra — se você deixar — a mensagem que está ali, sem que você precise abrir o aplicativo.

Isso significa melhor usabilidade, além de economia de tempo e de bateria.

ActiveDisplay

moto_GoogleNow_02

Outra coisa: ele ainda tem alguns sensores que percebem quando você passa a mão por cima da tela, no ar, exibindo as notificações sem que você precise sequer tocar o celular. Funciona muito bem, sem custo de bateria perceptível.

Olha mãe, sem as mãos…

O já aclamado sistema de comandos de voz do Moto X ficou ainda melhor. Agora, além da frase “Ok, Google Now”, você pode configurar sua própria frase para acordar seu robô pessoal:

moto_GoogleNow_01

Dica: na dúvida do que você pode utilizar, diga [sua frase] + “Get List of Commands” (ou respectiva em português) para receber uma lista dos comandos que você pode usar. Isso ajuda bastante a interagir com o smartphone utilizando a voz.

Eu acordo dizendo “Ok R2-D2, what's up?” e ele me dita todos os compromissos que eu vou ter no dia, como está o clima, se vai ou não vai chover, como está o trânsito para o escritório e coisas assim. Tipo aquelas pessoas que você pergunta, despretensiosamente, “e aí, blz?” e ela realmente explica se está ou não está. Só que de uma forma que no final você acha muito legal e ainda agradece.

Bateria

Sim, para minha surpresa, a bateria está durando muito mais do que eu esperava.

Aliás, testar a bateria foi o que me fez demorar um pouco para escrever esse texto, pois eu queria ter certeza que eu não tava ficando maluco. Nos primeiros dias, utilizando o Novo Moto X apenas no Wi-Fi, ele tinha mais de 50% da bateria com 15 horas de uso ininterrupto.

bateria_MotoX

Nos dias seguintes eu resolvi ser bem mais agressivo, assistindo vídeos no 4G e fazendo cópias de arquivos com o AirDroid no Wi-Fi, e adicionando vários widgets sugadores de energia, como os que monitoram agenda, redes sociais e o clima.

Ainda assim, com as mesmas 15 h de uso, eu ainda tinha uns 15% de bateria disponível, o que é muito mais que suficiente para que eu me sinta confortável em ser harduser, sem medo de ficar na mão. Estou ciente que existem outros testes feitos no mercado que mostram resultados bem piores que isso, comparáveis — mas ainda superiores — aos do iPhone 5S.

Não sei se foi um lote de baterias que saiu com problema, ou quais as heurísticas do teste, ou se meu sinal de telefonia aqui é muito bom. Só que os resultados divergiram. E concordo um pouco com o que disse David Steele:

A vida da bateria tende a melhorar no final da primeira semana, por duas razões: 1. o ciclo de carga está apenas se adequando e 2. o usuário passa um bom tempo personalizando o aparelho e instalando aplicativos e fora do padrão normal de uso do dia-a-dia.

A verdadeira questão aqui é: será que o Moto X consegue aguentar um dia normal de utilização? Claro que consegue.”

No meu caso, mais que um dia. Então recomendo que você faça os testes por você mesmo. Não confie na internet. Nem em mim.

Na dúvida, há sempre a possibilidade de se adquirir um Turbo Charger just in case. Eu não precisei usar, mas nunca se sabe.

Pontos Negativos

O tamanho da tela…

Eu achei que esse tópico estaria na parte dos pontos positivos. Pois é… não está. O tamanho ideal de smartphone pra mim, é o do Moto X, primeira geração.

O novo tamanho está um pouco além do que eu gostaria. Por vezes, para digitar ou clicar em algo na tela, a coisa fica meio desajeitada. Para termos uma ideia de tamanho, olhem essas comparações:

E aqui os dois irmãos juntos:

20141002_190835

Não é algo que me incomoda a ponto de dizer que eu não compraria o aparelho por isso, mas poderia ser um pouquinho menor.

Mas quem mandou você acionar o Google Now?

Então… é muito legal usar frases personalizadas para acionar o modo de comandos de voz e assistente pessoal. Mas quando você cria uma frase de ativação diferente do trivial “Ok Google Now”, eventualmente o Moto X vai ligar sozinho.

E isso acontece com música, com uma fala de um ator durante seu seriado, com o barulho do trânsito, o aspirador de pó… não tem uma linha única de tipo de áudio que causa o problema.

Não consigo entender bem porque é isso acontece, mas é um fato: quando você personaliza a frase, ele começa a não funcionar como deveria. E a Motorola precisa corrigir isso.

Se você não se importar, fique com a frase padrão que ela funciona muito bem.

Uma boa impressão, mas das suas digitais…

Eu sei que aqui vai parecer coisa de fresco. E talvez até seja, mas eu não gosto de ver o aparelho cheio de marca de dedos.

E isso acontece com o Moto X da segunda geração. Veja:

marcas_dedos01

marcas_dedos02

Não, não é nenhum absurdo, e como disse o amigo Mobilon no último Sala da Justiça, o antigo Moto X também tinha essa característica, mas esse detalhe era meio disfarçado pela textura da parte de trás do aparelho. Pra ser justo, o material emborrachado do irmão mais novo ajuda bastante no grip também. Mas poderia ter sido feito de forma a gravar menos as digitais.

Bônus: como funciona o Google Wallet?

Pra quem nunca viu o Google Wallet, usei o novo Moto X 2014 para mostrar o funcionamento do NFC em um dos restaurantes, que nem é um dos parceiros principais do Google. Veja que complexo:

Usando o Google Wallet — Panera Bread

Depois da compra, o atendente me deu o comprovante em papel e imediatamente eu recebi um e-mail com a confirmação e um recibo digital:

GoogleWalletReceipt

Em conversa com o gerente da loja, ele comentou que o número de pessoas que está usando o sistema de pagamentos com celular está crescendo bastante. Imagino que, com o Apple Pay, essa modalidade de pagamento se torne ainda mais popular.

Possíveis perguntas e respostas que podem te ajudar…

Estou querendo comprar um Android, vale a pena comprar o novo Moto X?

Sem dúvida alguma!

Trata-se certamente do melhor aparelho Android que eu já utilizei, e veio pra prover excelente experiência de usabilidade do sistema do robô, aliado agora a um hardware muito mais parrudo. High-End, como alguns gostam de chamar.

E, precisamos deixar isso aqui evidente: pelo mesmo preço da versão anterior.

Ou seja, na questão custo-benefício ele deixou outros concorrentes muito para trás, além de aumentar o gap de diferenças práticas que existiam entre ele e o também muito bom Moto G 2014, já que a Motorola notou que estava rolando um fogo-amigo e um tava comendo o marketshare do outro.

Já tenho um Moto X da primeira geração. Vale a pena fazer o upgrade?

Depende. Se você gosta de tela grande, quer brincar com os sensores frontais, ou prefere uma câmera melhor, vale muito a pena.

Agora, se câmera e uma tela mais avantajada não são atrativos tão grandes, o seu Moto X já faz um trabalho muito bom. Eu não trocaria.

Além do Moto X novo, tem algum outro Android que esteja tão bom?

Olha, tão bom eu não sei, mas o LG G2 também pode ser uma boa pra você. Dê uma chance ao brinquedo.

O novo Moto X enverga no bolso?

Ha… ha… ha… ¬¬

Não vou mais falar sobre isso. Favor ler este post aqui que já tem informação o suficiente à respeito, entrevista com gente da Apple, comunicado oficial, testes, retestes e muito mais.

Aliás, isso serve para o iPhone e serve para o Android. Vou continuar testando o novo Moto X por um bom tempo e caso eu encontre mais informações relevantes, vou atualizando o presente texto.

Nesse meio tempo, se você tiver alguma pergunta à respeito, deixe um comentário aqui embaixo que eu prometo ler e responder na medida do possível.

UPDATE: várias pessoas vieram me perguntar sobre a falta de uma entrada para cartões de memória, se eu não achava que isso era um ponto negativo. A questão é que, para a maioria das pessoas, 32 GB está mais do que suficiente para armazenar músicas, fotos e vídeos. E se sua internet for boa, a coisa fica ainda melhor, já que você pode fazer uso de serviços como o Google Music e Spotify.

Lembro também que a empresa pode ter optado por essa estrutura de hardware, uma vez que cartões de memória tendem a ter uma velocidade de leitura e gravação muito mais lenta. Isso poderia, sem dúvida alguma, impactar a tão elogiada experiência de uso do Moto X. O aparelho poderia ficar mais lento, e certamente iriam colocar a culpa na Motorola e não no tipo de cartão escolhido.

Portanto a falta de um slot de cartão de memória micro-SD não chega a ser um defeito. Claro, se puder, opte pelo modelo de 32 GB, que já atende muito bem.

relacionados


Comentários