Home » Mobile » Devs terão que divulgar seu endereço real na Play Store [UPDATE]

Devs terão que divulgar seu endereço real na Play Store [UPDATE]

Google exigirá que desenvolvedores Android divulguem seus endereços reais na Play Store, a fim de disponibilizar um canal de comunicação para os clientes

5 anos atrás

google-play

Quando o Google exigiu que as pessoas usassem seus nomes reais para criar perfis no Google+, muita gente com razão chiou. A rede social voltou atrás (enquanto o Facebook come fogo com isso atualmente), mas não é como se internamente Mountain View não prefira que os dados compartilhados de seus usuários sejam os reais, obviamente para fins comerciais. Agora a empresa volta sua atenção para os desenvolvedores, exigindo que eles registrem um endereço físico real caso possuam qualquer app para Android produto listado na Play Store.

A medida do Google visa um único objetivo: tirar o seu da reta. É prática comum grandes empresas disponibilizarem um escritório para quaisquer eventualidades com os clientes, seja para tirar dúvidas ou receber reclamações. A medida de Mountain View visa a princípio proteger os consumidores, passando para os desenvolvedores a responsabilidade de responderem por qualquer problema e fornecendo um canal de contato direto.

terms-of-service

O grande problema é que muitos dos devs Android são independentes: a grande maioria programa seus apps em casa. O Google exige que o endereço que deve ser submetido seja real e não uma Caixa Postal, o que complica ainda mais a situação dos programadores autônomos; ninguém se sente à vontade exibindo o endereço da própria casa - ah sim, o Google vai verificar a autenticidade da informação - para se adequar a um termo de serviço que é muito mais conveniente para grandes empresas de desenvolvimento e exponha em excesso os pequenos.

Na App Store e na loja do Windows Phone isso não ocorre, porque em ambos os casos Apple e Microsoft chamam a responsabilidade para si: eles são os vendedores e distribuidores dos aplicativos, e pagam o equivalente em royalties para os desenvolvedores após tirarem sua fatia. Quaisquer reclamações são direcionadas a ambas empresas, já que ambas promovem um trabalho de primeira no que diz respeito à curadoria e filtragem das aplicativos. Isso leva ao cenário atual: apps de qualidade no iOS e Windows Phone e uma grande quantidade de lixo no Android, pois o Google só se preocupa com a entrada dos produtos e claro, do dinheiro. É por isso que aplicativos duvidosos infestam a lojinha do Android.

De qualquer forma a mudança dos Termos de Serviço da Play Store é iminente: os desenvolvedores que possuem apps disponíveis serão obrigados a submeter seus endereços a partir 30 de setembro. Restarão aos devs pesarem o que é melhor: abri mão de sua privacidade e submeter os apps ou manter sigilo sobre seu endereço e como consequência abrir mão do Android. E não duvido que muita gente vai escolher a segunda opção.

UPDATE: como bem apontado pelo Toad Matheus, a confusão já começou.

Fontes: GS e PD.

relacionados


Comentários