Home » Meio Bit » Microsoft » Microsoft agenda evento do Windows para 30 de setembro

Microsoft agenda evento do Windows para 30 de setembro

Marque na agenda: Microsoft convida imprensa para revelar novidades sobre a plataforma Windows (provavelmente o novo SO) no dia 30 de setembro

4 anos atrás

microsoft-windows

Parece que agora vai: assim como informes vazados anteriormente deram a entender, a Microsoft convidou a imprensa norte-americana para um evento envolvendo a plataforma Windows que será realizado no dia 30 de setembro, em local e horário ainda a definir.

microsoft-windows-convite

Mesmo o convite em si é bastante ambíguo. Ele apenas convida a imprensa para "ouvir o que há de novo sobre Windows e mercado corporativo", embora esteja mais do que na cara que se trata da revelação da nova versão de seu sistema operacional, que até agora não se sabe se vai se chamar Windows 9 ou trará outra nomenclatura qualquer.

Uma certeza que temos é que independente do nome, a Microsoft está buscando se distanciar do fiasco do Windows 8 trazendo funcionalidades do 7 e versões anteriores de volta, como o Menu Iniciar. Ainda assim Redmond não está tão disposta a abrir mão daquilo que realizou com o 8, a interface Modern ainda que desativada por padrão ainda estará lá: seja completa ou mista com o menu clássico. O usuário só precisa configurar como deseja utilizar o SO.

Outras coisas esperadas pelos usuários são a possível integração do novo Windows as demais plataformas da Microsoft (Windows Phone, tablets e Xbox One) e a assistente Cortana, cuja versão para desktop é esperada: na verdade, como Redmond pretende que ela seja a responsável por coordenar todo o ecossistema Windows do usuário, não faz sentido ela não ser introduzida na próxima versão do sistema operacional.

Grandes expectativas giram em torno da possibilidade da Microsoft fazer como na ocasião do Windows 8, fornecendo uma versão "Technical Preview" gratuita para os curiosos de plantão. Assim como da primeira vez, seria uma forma de atrair o público e facilitar a migração principalmente daqueles que não gostaram da última versão do SO. O grande porém é o fato da abordagem da Apple em relação ao Mac OS X ter mudado nos último tempos.

Desde 2013 que atualizações do SO da maçã são gratuitas (tudo bem que o custo do hardware justifique isso, porém a percepção dos clientes conta muito), enquanto os valores do Windows nunca foram lá muito agradáveis. Se ao menos a Microsoft entender que um sistema operacional oferecido a um preço camarada ajudará principalmente a combater a pirataria, muita gente poderá abrir mão da versão de tapa-olho e migrar para o original sem pestanejar, porque não é todo mundo que se sentirá a vontade para gastar R$ 699 num update.

Fonte: TV.

relacionados


Comentários