Home » Internet » Introdução de chamadas de voz no WhatsApp é iminente

Introdução de chamadas de voz no WhatsApp é iminente

Já estava na hora: gafe do WhatsApp entrega que recurso de chamadas de voz pode ser introduzido em breve, muito breve

5 anos atrás

whatsapp

Foi durante a MWC 2014 que o CEO do WhatsApp Jam Koum prometeu o que muita gente espera para o app de mensagens há tempos: em breve ele passaria a contar com o recurso de chamadas de voz de modo a bater de frente com o Skype e o Viber e concorrentes asiáticos como Line e Kakao Talk.

De lá para cá nada mais foi dito, mas uma mensagem popup que apareceu nos iPhones de algumas pessoas recentemente dá a dica: a introdução do feature pode estar bem próxima.

A última atualização do WhatsApp para iOS liberada no último dia 9 introduziu uma série de novos recursos como legendas em fotos e a possibilidade de arquivar conversas (recursos esses que foram liberados no Android dias antes), porém uma pequena mensagem dá a dica que as chamadas de voz podem ser liberadas a qualquer momento: caso o usuário não tenha liberado o acesso ao microfone do iPhone, o texto solicitando a permissão deixa escapar:

whatsapp-voice-calls-soon

O WhatsApp solicita acesso ao microfone para enviar mensagens de voz, gravar vídeos com som, fazer e receber chamadas de voz.

É possível inclusive forçar o aparecimento da mensagem: vá para Ajustes, Privacidade, Microfone e retire a permissão do WhatsApp. Ao tentar gravar uma mensagem de voz o popup irá aparecer.

O WhatsApp introduzir as chamadas de voz é algo até tido como certo, mas sabe-se lá por qual motivo a empresa segurou o feature mais do que deveria, talvez principalmente porque o Facebook Messenger também é capaz disso. Entretanto muito pouca gente quer utilizar o app dedicado do Zuck para conversas, uma porque o WhatsApp conta com mais recursos, e outra porque todas as aplicações da rede social são comilonas de recursos e energia por natureza (não são raras ocasiões em que usuários preferem utilizar o Facebook e seus recursos exclusivamente via browser; eu mesmo também desisti dos apps). O Viber, seu principal concorrente conta com o recurso desde sempre e se o WhatsApp quer se manter na liderança, terá que aceitar que as pessoas querem sim conversas em tempo real e não só mandar mensagens de voz.

Resta saber quando as chamadas serão introduzidas. Eu diria que não vai demorar mas com o Facebook no comando, nunca se sabe.

Fonte: NDTV.

relacionados


Comentários