Home » Hardware » Lumia 635, aparelho de entrada com 4G é lançado por R$ 599

Lumia 635, aparelho de entrada com 4G é lançado por R$ 599

Microsoft lança o Lumia 635 no Brasil, Windows Phone de entrada com conectividade 4G e preço acessível de R$ 599

5 anos atrás

lumia-635

Não tem muito tempo, a Nokia Microsoft anunciou uma série de lançamentos no Brasil, incluindo o high-end Lumia 930 e o dispositivo de entrada 630, um bom aparelho 3G. Ambos tiveram a digníssima missão de serem oas primeiros dispositivos a virem com o Windows Phone 8.1 de fábrica no país, com recursos que vão desde teclado Swype à assistente virtual Cortana. Só que meio como quem não quer nada havia outro aparelho: o Lumia 635, um irmão gêmeo fraterno do 630, que chegou neste último fim de semana às lojas das operadoras.

Muita gente reclamou do fato que o 620 era um aparelho fraco para o preço praticado inicialmente, de R$ 699 desbloqueado (hoje o valor já caiu, mas divago). O 635 não é muito diferente do atual pé-de-boi do Windows Phone 8.1, exceto com uma funcionalidade mais interessante: ele conta com conectividade 4G.

De resto ele é igual: SoC Snapdragon 400, quad-core Cortex-A7 com clock de 1,2 GHz e GPU Adreno 305, 512 MB de RAM, 8 GB de espaço interno (expansível até 128 GB via micro-SD), display de 4,5 polegadas com resolução de 854 × 480 pixels (218 ppi), câmera de 5 megapixels que filma em 720p a 30 fps (sem “câmera selfie” pois substitui o Lumia 520) e bateria de 1.830 mAh. Entretanto, se por um lado ele conta com 4G, o 635 perde o Dual SIM e a TV digital presentes no 630.

A Microsoft deve ter entendido o erro com o Lumia 630 e resolveu oferecer o 635 por um preço mais camarada de R$ 599, embora ele só esteja disponível nas lojas das operadoras TIM e Claro. Até o fim do mês ele chegará às lojas da Vivo, e não será vendido na rede varejista. Em todo caso, quem levar o aparelho para casa ganhará 15 GB de espaço no OneDrive. Assim como todos os modelos de entrada da Microsoft, capas coloridas serão disponibilizadas na loja online da Nokia.

Fonte: Info.

relacionados


Comentários