Home » Mobile » Acessórios » Finalmente um projeto de Designer aprovado por Darwin

Finalmente um projeto de Designer aprovado por Darwin

Outro dia, outra ideia BRILHANTE de designers: você vai poder recarregar seu celular usando a energia de seu fluxo sangüíneo, que giraria uma mini-turbina hidrelétrica, a Blood Bridge.
O que poderia dar errado?

4 anos atrás

darwin

Normalmente as idéias geniais e inovadoras dos designers nunca chegam à luz do dia, eles e seus fãs comentaristas de portais culpam a sociedade capitalista burguesa careta conservadora, a grande mídia e o complexo industrial-militar, que impedem suas idéias geniais de salvar o mundo.

Desta ver há chances do retorno cármico instantâneo acontecer, e meninos e meninas, será divertido. A brincadeira é este negócio aqui:

bionicidiota1

Parece um objeto cenográfico de alguma série de FC, né? Talvez um decombulador Klingon ou um indutor asgardiano de nanossondas anti-Goa’uld, mas não. Isso é parte de uma coleção criada pela DESIGNER Naomi Kizhner. A idéia é utilizar o corpo humano como fonte de energia, gerando eletricidade. Ela apresenta vários “protótipos”, incluindo um que aproveita os GIGAWATTS de energia das piscadas do olho, mas esse BLOOD BRIDGE é o melhor de todos.

Naomi, como toda designer criativosa demonstra a máxima de que pouco conhecimento é mais perigoso do que nenhum. Se ela não soubesse que humanos possuem sangue não criaria um negócio para você espetar em suas veias, utilizar o fluxo sangüíneo para girar uma mini-turbina e carregar uma bateria.

bionicanta1

Como a palavra, Batman:

wouldnt work

Eu não tenho uma semana então vamos só ficar nos pontos principais:

1 — O fluxo sangüíneo é um mecanismo finamente balanceado que, ao contrário dos designers, respeita as Leis da Física. Se você estreita um vaso isso faz com que a pressão no sistema aumente. Pressão sangüínea, mais alta, lembra algo?

2 — Um estreitamento de um vaso pode fazer com que uma parte mais frágil da parede da veia comece a se dilatar, formando uma bolha. Quando ela se rompe temos algo chamado aneurisma, que dependendo do vaso é a forma mais rápida de morrer depois de chamar um coreano de japonês.

3 — Existe um negócio chamado INFECÇÃO. Quer saber como se consegue uma? Espete suas veias com agulhas enormes e deixe lá o dia inteiro.

4 — Existe um negócio chamado FLEBITE. Quer saber como se consegue uma? Espete suas veias com agulhas enormes e deixe lá o dia inteiro.

5 — Um dos maiores problemas de lidar com sangue é que nossas hemácias são delicados floquinhos de neve. Você faz BU! e elas se partem. Aliás, problema não, isso é excelente, pois dá início ao processo chamado COAGULAÇÃO, que evita problemas como sangrar até a morte se você for um idiota como eu e deixa cair a faca de cozinha no seu pé.

Equipamentos como máquinas de hemodiálise exigem monitoração e agentes anticoagulantes são aplicados. O maior desafio dos corações artificiais é justamente replicar o efeito natural, que bombeia com carinho, sem danificar as hemácias. Uma turbina de metal como a mostrada na idéia idiota da designer idem é a PIOR FORMA POSSÍVEL de lidar com sangue. As células seriam sistematicamente destruídas.

As chances do sujeito morrer de trombose, quando um coágulo fecha uma veia importante só não seriam maiores porque o brinquedo é tão mal-projetado que a coagulação faria com que ele ficasse entupido muito rapidamente.

Em resumo: a Naomi criou uma maquininha inútil para gerar energia mas excelente para remover da raça humana gente que acha uma boa idéia espetar um acessório de moda nas veias. Palmas pra ela.

P.S.: já imaginou QUE LINDO a pessoa com um troço desses se espremendo num metrô lotado?

Fonte: DM.


Leia mais sobre: , .


relacionados


Comentários