Home » Hardware » Microsoft processa Samsung por patentes do Android

Microsoft processa Samsung por patentes do Android

Microsoft não perdoa: Samsung não paga à Redmond por uso de patentes do Android e é processada por Redmond sem cerimônia

5 anos atrás

samsung

A gente já tinha ideia que a Microsoft embolsava uma boa grana com direitos sobre os dispositivos Android, mas o tamanho real da mordida só veio à toma quando o governo chinês revelou, durante a investigação acerca da aquisição da Nokia que Redmond detém 200 das 310 patentes necessárias para se fabricar um robozinho verde, que são invariavelmente cobradas de todo mundo: como abrangem software e hardware, tanto o Google quanto os fabricantes tem que abrir a carteira.

Só que a Samsung tentou dar um migué na Microsoft durante a compra da empresa finlandesa, e agora o revide veio com força.

Originalmente Samsung e Microsoft entraram num acordo em 2011, onde a fabricante sul-coreana deveria honrar os pagamentos das patentes que utiliza à Redmond. Ou assim deveria ser, ao menos era o que estava no papel. Acontece que a Sammy deu uma de João-sem-braço e teria encontrado uma brecha no acordo: segundo a acusação (PDF), a Samsung está usando a aquisição da Nokia como uma desculpa para não pagar o que deve, se recusando veementemente a cumprir os acordos desde o o último outono no hemisfério norte.

Por quê isso? Um dos motivos é que a empresa sul-coreana não imaginou que o mercado de smartphones Android crescesse tanto em tão pouco tempo, o que por sua vez aumenta proporcionalmente a arrecadação da Microsoft. Em postagem no blog da Microsoft, o VP corporativo David Howard aponta que em 2011, época da assinatura do acordo a Samsung havia enviado às lojas 82 milhões de aparelhos Android. Três anos depois, esse número chegou a quase 314 milhões. Ou seja, a Samsung não quer pagar porque cresceu o olho em seu próprio crescimento.

Essa não é uma situação em que a Microsoft está abusando. Como ela adquiriu as patentes de modo legal, à Samsung só cabe baixar a bola e pagar o que deve sem reclamar. Mas pelo visto, como ela gosta de brigar nos tribunais, essa história ainda vai longe.

Fonte: AT.

relacionados


Comentários