Home » Ciência » Espaço » Cientistas russos sem-querer dão início à raça dos Reptilianos

Cientistas russos sem-querer dão início à raça dos Reptilianos

O convite pra uma orgia é legal, em gravidade zero melhor ainda mas como nada dá certo na vida de lagartixas russas, o satélite onde estavam não está mais aceitando comandos, pode ser que morram no espaço. Pior: a tal orgia tinha 4 machos e uma lagarta solitária. Pobres répteis.

6 anos atrás

repteis

Você acha que o Satélite do Amor era só coisa do Lou Reed ou do Mystery Science Theater 3000? Se enganou. Tem a ver com a Rússia, mas calma, não é uma garçoniere (perguntem a seus pais) orbital do Putin, mas um experimento científico válido. No caso é um satélite Foton-M4, último de uma longa série criada pelos russos para estudos de médio prazo dos efeitos da gravidade em materiais terrestres.

Esse em especial leva 850 kg de experimentos, incluindo 5 geckos, um lagartinho da família das lagartixas. A idéia era estudar durante alguns meses como a ausência de gravidade afetava a reprodução dos geckos, mas antes que você se anime com a idéia de uma orgia de répteis no espaço, aviso que a proporção era meio sacanagem: 4 machos e uma fêmea. Pelo visto os russos não viram Dr Strangelove.

Aí, claro, entra a recente falta de sorte dos caras (dos russos, não dos geckos. Ok, dos dois). Lançado dia 19 de julho, o satélite recebeu ordens de aumentar a altitude, mas não obedeceu. Simplesmente parou de reconhecer comandos, e nenhum dos geckos foi treinado para apertar CTRL+ALT+DEL. Agora os pobres bichinhos estão perdidos no espaço. Quer dizer, perdidos não pois sabemos exatamente onde está o Foton-M4 com os répteis.

Ele está inclusive enviando telemetria, e os russos continuam tentando restabelecer contato, mas se nada for feito a vida projetada de 6 meses não se completará.

Comandos mal-interpretados talvez façam com que o satélite saia de órbita, atingindo alguma anomalia espacial. Os geckos podem ir parar em um planeta habitável, centenas de anos-luz da Terra. Evoluirão em ritmo acelerado, graças à radiação espacial e em poucos milhares de anos criarão uma sociedade avançadíssima de répteis humanóides.

reptilianos

Pacíficos e bondosos, os reptilianos se unirão à Fraternidade Intergaláctica do Comando Ashtar Sheran. Então, dotados de naves movidos pela força do pensamento viajarão para o passado, vivendo disfarçados entre nós, discretamente moldando nossa política, nossa sociedade, garantindo que a Humanidade caminhe exatamente para o momento em que a raça dos reptilianos teve início.

wakeupsheeple

Também é possível que o arrasto da atmosfera faça com que o satélite reentre mais cedo, matando os pobres lagartinhos, que bateriam as botas anyway quando a comida ou o oxigênio acabassem.

[ATUALIZAÇÃO às 14:15]

SUCESSO! Os valorosos cientistas russos conseguiram restabelecer contato com o Foton, a linha temporal que deu início aos reptilianos não existe mais.

Fonte: TASS.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários