Home » Mobile » Software » Satya Nadella: cloud e mobile são o futuro da Microsoft

Satya Nadella: cloud e mobile são o futuro da Microsoft

Satya Nadella revela em carta aos funcionários que para se adequar à nova filosofia de produtividade além de dispositivos, a Microsoft será virada do avesso!

4 anos e meio atrás

satya-nadella

Quando Steve Ballmer estava à frente da Microsoft, ele se esforçou em transformar Redmond numa companhia como a Apple: fornecer tanto software quanto hardware e criar uma experiência unificada entre seus produtos. Entretanto o atual CEO Satya Nadella revelou que vai remar numa direção diferente de seu antecessor, focando os esforços da empresa novamente em software mas sem perder o hardware de vista.

Em uma longa carta aos funcionários divulgada ontem, Nadella revelou que pretende promover uma verdadeira revolução na Microsoft. A visão de Ballmer, de uma empresa de “tecnologias e serviços” foi descartada. Na visão do novo CEO isso não é mais adequado a um cenário com mais de três bilhões de pessoas conectadas a seus dispositivos mobile. Para ele a filosofia da Microsoft precisa ser resgatada, de “uma companhia de produtividade e plataformas”, que precisam ser voltadas “primeiro para mobile e nuvem”. Isso resume bem a mudança de rumo que Redmond tomou desde que Nadella assumiu: não importa o dispositivo, se da Microsoft, da Apple ou do Google: mais importante do que desenvolver seu próprio hardware, é estar presente nessas plataformas através de seus softwares.

Além disso Nadella está disposto a realizar mudanças profundas. Ao dizer que “a Microsoft não respeita tradição, e sim a inovação” ele não tem medo de adotar remédios amargos e até mesmo controversos para manter a empresa nos trilhos, nem que isso signifique abrir mão de dogmas estabelecidos há muito tempo:

Nada está fora da pauta sobre como adequar nossa cultura. Organizações vão mudar. Fusões e aquisições irão ocorrer. Responsabilidades no trabalho irão evoluir. Novas parcerias serão formadas. Tradições serão questionadas. Nossas prioridades serão ajustadas. Novas habilidades serão desenvolvidas. Novas ideias serão ouvidas. Novas contratações serão feitas. Processos serão simplificados. E se você quiser prosperar na Microsoft e causar impacto no mundo, você e sua equipe devem adicionar diversas mudanças à sua agenda.

Ao mudar o foco de um ecossistema fechado para nuvem e mobile, a Microsoft manda o recado de que ainda dará atenção ao hardware (tanto que Nadella enterrou de vez os boatos sobre a venda da divisão Xbox, dizendo que a Microsoft pretende continuar inovando em videogames), mas o grande esforço da companhia se voltará mais uma vez ao software, não apenas corporativo (como era o desejo do grupo de diretores) quanto também ao usuário final. Além disso o significado de produtividade será ampliado, indo além de apenas fornecer o Office e outras ferramentas para os usuários: a ideia é fornecer softwares que sejam “mais intuitivos, pessoais e úteis”, citando os projetos como aprendizado de máquina e o Delve.

Fone: Microsoft.

relacionados


Comentários