Home » Meio Bit » Hardware » Rússia bane AMD, Intel e essa política dos processadores imperialistas

Rússia bane AMD, Intel e essa política dos processadores imperialistas

Em mais uma sanção contra os porcos capitalistas do ocidente, Rússia deixará de comprar processadores da AMD e da Intel, adotando a fabricação de um modelo nacional.

5 anos atrás

putin-mac-pc-lead2

Em uma atitude que deixaria o personagem do Marcelo Adnet muito cónténti, a Rússia decidiu que é sim possível viver longe da tecnologia ocidental.

Especialmente se isso envolver sanções econômicas, espionagem da NSA, liberdade de expressão na Internet e suposta cooperação no funcionamento de sistemas de GPS.

Mas lembramos que, quanto a isso, ao menos na Estação Espacial Internacional, no entanto, tatu do bem.

Parece que essa posição mais radical da Rússia está se estendendo para a fabricação de processadores, com incentivo à produção local e sanções aos produtos das empresas americanas Intel e AMD, líderes mundiais do segmento e com CPUs presentes em um sem número de modelos de PCs e Macs.

Segundo o que está sendo relatado pelas secretarias estaduais, as empresas estatais não vão mais comprar computadores como estes, à partir de 2015.

Em vez disso, o governo irá comprar até um milhão de aparelhos por ano, que são montados com o processador Baikal (nome inspirado no gigantesco lago na região da Sibéria).

Esse modelo será desenvolvido pela empresa russa T-Platforms e será inspirado no ARM Cortex-A57 de 64 bits, que vem mostrando bons resultados de performance e de economia de energia.

4f1b79f5-853c-4ce3-8a0c-ec8db88d1a80

De qualquer forma, só saberemos da qualidade do processador russo quando ele estiver pronto.

Será que isso também vai significar que políticos russos deverão ser proibidos de comprar/usar PCs e Macs?

E o sistema operacional? Aposto em uma versão personalizada de uma distribuição Linux compatível com o ARM, claro. Pois não há nada como a liberdade russa. A Crimeia que o diga.

Imagino que o próximo passo seja desvincular a Lada da Chevrolet e voltar a fabricar o Niva 1977.

1305210836218

Fontes: TechEye e Hexus.

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários