Home » Games » E3 2014 - Conferência da EA

E3 2014 - Conferência da EA

Confira as novidades que a Electronic Arts trouxe para a E3 2014

6 anos atrás

mirrors-edge-2

Fato: a Electronic Arts não tinha praticamente nada para mostrar nesta E3. Fora os já esperados títulos de esportes e a mais nova adição à franquia Battlefield, a produtoras ocupou sua hora de conferência não com um, mas QUATRO protótipos de títulos que não possuem a menor previsão de quando serão lançados.

Falemos primeiros dos games que estão mais próximos de chegar às lojas. Dragon Age: Inquisition, que foi pincelado durante a conferência da Microsoft teve uma demonstração de seu gameplay. A BioWare está introduzindo uma série de escolhas no game, que vão muito além da batida escolha entre bem e mal. Elas serão bem mais complexas. O diretor de projeto Mark Darrah disse que "as escolhas não serão pretas ou brancas, mas cinzas", como ocorre no mundo real: uma decisão aparentemente justa pode levar a consequências nefastas com o decorrer do game. Dragon Age: Inquisition será lançado no dia 7 de outubro para PS3, Ps4, Xbox 360, Xbox One e PC.

A seguir, The Sims 4. Ainda que muita gente não goste do simulador de vida real "quase normal" (eu nunca me importei com ela), não há como negar que a franquia dos personagens mais malucos da Electronic Arts é uma das mais bem sucedidas, principalmente porque atrais jogadores de todas as faixas etárias.Talvez o único sandbox de verdade, a EA está aprimorou a inteligência artificial de tal modo que os Sims reagem a tomadas de decisões e reações de seu personagem de maneiras diferentes. Dependendo do dia e de outros fatores, seu personagem pode estar de bom ou mau humor, e isso é refletido nos NPCs. Com isso o jogador será obrigado a lidar com o sentimento de seu Sim e dos que o cercam. Exclusivo para PC e Mac, The Sims 4 chega no dia 2 de setembro.

Dawngate, o MOBA da EA também foi demonstrado. Exclusivo para PC, a diferença para outros jogos do gênero é que a Waystone Games, estúdio formado pela EA e que conta com "viciados em MOBA" a sua disposição está se esforçando para dar um foco maior em algo que nenhum jogador do gênero se preocuparia: a história. Ainda que Dawngate seja só mais um, a ideia é fornecer um pano de fundo aos personagens, dando a cada um "uma razão para lutar" de acordo com os desenvolvedores. Particularmente não acho que seja algo relevante para um MOBA, mas outros jogadores podem achar uma abordagem interessante. O game atualmente está em fase open beta, podendo ser baixado aqui.

Agora finalmente vamos tratar daquilo que todos sabem que nunca pode faltar nas apresentações da EA: a leva anual de games de esporte. Nada contra, embora não seja o meu gênero de game favorito, é preciso reconhecer que os contratos com a FIFA, NFL, NHL, UFC e outras federações são os principais responsáveis por manter a empresa em pé e com caixa para investir em outros títulos. Primeiro vimos uma esperada demonstração do gameplay de Bruce Lee em EA Sports UFC. Embora tenham tomado todo o cuidado para reproduzir os movimentos do mestre no game, há de se levar em conta que é um jogo e ele não é mais poderoso que os outros personagens, o que acaba com a credibilidade da homenagem. Afinal nós sabemos, o verdadeiro Bruce Lee decidiria a luta contra BJ Penn em cinco segundos. Ele chegou a ser dominado! Em todo caso, o game chegará ao PS4 e Xbox One no próximo dia 17, e já está em pré-venda.

NHL 15 é o último game da lista de títulos de esportes da EA a chegar à nova geração, entretanto ainda será lançado para PS3 e Xbox 360 no dia 9 de setembro. As novidades ficam por conta da inclusão de comentaristas famosos como Doc Emrick e Eddie Olczyk, além de claro dar bastante atenção ao acabamento do game, que está visualmente bem realista. Entretanto não há muito o que acrescentar, fora que é mais um game de hóquei.

EA Sports PGA Tour 15 ficou a cargo do estúdio EA Tiburon (que além de vários games de esportes, foi o responsável por Nuclear Strike e Soviet Strike), e está sendo desenvolvido na engine Frostbyte 3, ao contrário de seus primos que usam a Ignite. A desculpa seria eliminar carregamentos entre as tacadas, realizando uma transição única dos 18 buracos numa partida. O game chega às lojas na primavera de 2015.

Claro, Madden NFL 15 não ficaria de fora. Fora algumas melhorias de performance e gráficas, a grande novidade é a revelação de quem figurará a capa do jogo, já que o contemplado é escolhido por voto popular. O vencedor foi Richard Sherman, o cornerback marrento do Seattle Seahawks, o mais recente time campeão do Super Bowl. Ao menos espera-se que ele consiga driblar a tão temida "maldição do Madden", já que desde que o ex-técnico John Madden foi substituído na capa por um jogador eleito todos os anos, o contemplado sempre sofre alguma zica. O único que escapou até hoje foi Calvin "Megatron" Johnson, receiver do Detroit Lions. Na verdade a performance dele até melhorou após figurar a capa de Madden NFL 13.

De qualquer forma, Madden NFL 15 chega aos consoles no dia 26 de agosto.

E finalmente, FIFA 15. Como já sabemos o game vai rodar na engine Ignite, mas foi revelado que os jogadores responderão emocionalmente a lances durante o jogo. Por exemplo, um chute a gol perdido poderá deixar o atacante deprimido, enquanto um gol causará um estado de euforia. Isso tudo se reflete na performance do jogador, que por causa disso deixará de ser estática. Ele chega aos consoles da atual e anterior geração no dia 23 de setembro.

Agora falemos dos protótipos. A EA não tinha muita coisa para mostrar de outros games que não fossem esportes ou que já estavam em estágio avançado de desenvolvimento, mas ainda assim trouxe vídeos do que anda aprontando. Todos os títulos ainda estão em fase preliminar, portanto não dá para precisar muita coisa.

O primeiro a ser exibido, que abriu o evento foi uma demonstração de Star Wars Battlefront. Desenvolvido pela DICE, ele ainda não possui data definida de lançamento e mais informações serão reveladas na primavera de 2015:

A seguir, um novo game da série Mass Effect. Como a saga do Commander Shepard se encerrou em Mass Effect 3, este no título trará "novos lugares, novos personagens e novas pessoas para se apaixonar", sem esquecer que o sistema de relacionamentos foi importante até para atrair a atenção ao game. Novamente sem data definida. Enquanto isso, a BioWare Edmonton está trabalhando em um IP totalmente nova, algo grande "como tudo o que temos feito até agora".

A Criterion Games também está trabalhando em um novo game com helicópteros, ATVs, para-quedas, motos, carros, jet-skis e qualquer outro veículo que você imaginar. O time de desenvolvimento disse ter se inspirado em vídeos do YouTube em que pessoas fazem maluquices em diversos veículos. Não se sabe se é uma nova IP ou um game de uma série já estabelecida como Burnout, que sempre esteve nas mãos da Criterion.

Por fim, Mirror's Edge 2. Assim como os outros protótipos o game está bem cru, o que mostra que a nova aventura de Faith não chegará às lojas tão cedo. A DICE adora o game, e embora ele não tenha vendido tanto quanto a EA gostaria (o que obriga o estúdio a se concentrar em Battlefield), a resposta dos fãs que amaram a proposta inovadora de mesclar FPS com parkour foi o suficiente para tirar nossa protagonista do limbo. Assim como Star Wars Battlefront, eu não apostaria num lançamento antes de 2016.

https://www.youtube.com/watch?v=gH9xUwdDqyE

Para concluir, a EA demonstrou uma sessão de jogo de Battlefield Hardline, a versão "polícia e ladrão" da série da DICE. Desenvolvido em conjunto com a Visceral Games, será possível realizar uma campanha com até 64 jogadores simultaneamente, onde você escolhe ser um ladrão pronto para realizar um golpe com seus amigos, ou um policial determinado a despachar os meliantes para a cadeia ou pra cova. Será possível montar golpes a serem executados no game, similar ao que acontece nos games da série Payday. O game será lançado para PC e consoles apenas no dia 21 de outurbro, mas o open beta está disponível HOJE para computadores e PS4.

Logo mais começa a conferência da Ubisoft. Fiquem ligados.

Leia também:

relacionados


Comentários