Home » Áudio e vídeo » Era óbvio: Samsung vai levar o Tizen para suas Smart TVs

Era óbvio: Samsung vai levar o Tizen para suas Smart TVs

Samsung anuncia que o Tizen estará presente em suas Smart TVs em breve; meta é criar um ecossistema completo entre TVs, smartphones, wereables e até carros

5 anos e meio atrás

samsung-tizen-smart-tv

Pelo visto a Samsung confia piamente que seu futuro está no Tizen. Atualmente presente em seus smartwatches, em breve ele migrará para os smartphones, com o Samsung Z como carro-chefe. O próximo passo da companhia coreana era até óbvio: televisores. Assim como a LG adaptou o webOS para suas Smart TVs, a Sammy está desenvolvendo novos televisores com o seu sistema derivado do Linux e MeeGo.

Durante a Tizen Developer Conference realiza ontem em San Francisco, a Samsung revelou não apenas o SDK do Tizen, permitindo que devs criem aplicações para uma futura versão do sistema para TVs, como demostrou o primeiro protótipo rodando uma versão ainda bastante preliminar do SO. Ele estava rodando em algumas de suas novíssimas e caríssimas TVs curvas, e a interface é aparentemente bem interessante. Como já vimos o webOS funcionando em TVs da LG, constatamos que a navegação é bastante fluída. Obviamente que o departamento de P&D da Sammy viu o que a rival realizou e claro, com o Tizen em mãos foram à luta, adaptando-o para suas próprias televisões. Com isso as duas fabricantes ficariam a princípio um passo à frente de seus concorrentes em termos de interface e operabilidade, utilizando sistemas leves voltados originalmente para smartphones. Isso porque como o Tizen é open source, outros fabricantes poderão utilizá-lo em suas Smart TVs. Lembrando, entre os parceiros da Samsung estão Huawei, Intel, Fujitsu e a própria LG. Já na parte de suporte, a engine Unity é uma das tecnologias compatíveis com Tizen.

As primeiras análises das TVs com Tizen mostram que os menus são contextuais, de acordo com a área em que você estiver. A navegação pode ser realizada através de um controle remoto, apontando-o para a TV e manipulando-o como um mouse, além da possibilidade de utilizar o seu smartphone (Samsung, claro) através de um app próprio. É bom lembrar que a Sammy também possui TVs com câmera, que habilitam controle por gestos e dificilmente isso não será aproveitado.

Como qualquer TV, o Tizen executará conteúdo compartilhado via USB via streaming, embora nesse último caso não tenha sido demonstrado devido à falta de um app próprio. Além disso o usuário poderá guardar seu conteúdo na nuvem através do serviço de armazenamento do Tizen, chamado de CloudBox.

O CEO da Samsung Boo-Keun Yoon disse em entrevista que a meta da Samsung é criar um ecossistema Tizen completo, ligando TVs, smartphones, wereables, outros tipos de dispositivos e até mesmo em sistemas automotivos, corroborando uma declaração anterior do co-CEO J.K . Shin, de que a Samsung quer que o Tizen esteja presente em tudo. A previsão é que os primeiros modelos de TVs da Samsung com o Tizen estejam disponíveis já em 2014.

Fonte: E.

relacionados


Comentários