Home » Games » O novo Mortal Kombat e o fim dos trailers com gameplay

O novo Mortal Kombat e o fim dos trailers com gameplay

NetherRealm Studios divulga trailer do novo Mortal Kombat, não mostra praticamente nada e nos faz perguntar até quando a indústria nos bombardeará com vídeos que não trazem a jogabilidade.

5 anos e meio atrás

mortal-kombat-x

A NetherRealm Studios preferiu não esperar a E3 para confirmar a existência de um novo jogo da série Mortal Kombat e ao publicar o primeiro vídeo de divulgação, a desenvolvedora fez algo que há algum tempo vem me incomodando – e pelo o que tenho visto por aí, tem despertado o mesmo sentimento muita gente, que é a mania de não mostrar trechos da jogabilidade.

De um tempo para cá tornou-se comum vermos trailers que tentam vender uma imagem mais cinematográfica dos games, algo que em partes faz sentido para alguns gêneros, mas caramba, estamos falando de um jogo de luta e embora o vídeo seja bastante impactante, ele não nos traz nenhuma novidade, apenas coloca dois personagens característicos da série para trocar tapas.

A situação inclusive fez com que o jornalista Ben Kuchera publicasse um artigo no Polygon criticando essa estratégia das empresas e gostaria de reproduzir aqui um trecho que acho interessante.

Um trailer tem uma missão: vender um jogo para você. Sua única finalidade é te aproximar da decisão de fazer uma compra. Ele pode deixar de lado o visual real do jogo ao utilizar imagens pré-renderizadas ou até com atores reais, com tantos efeitos especiais que se pareça com uma CG. Eles não estão ali para dar uma representação apurada do jogo, estão ali para te fazer comprar algo.

Como ele bem diz, olhando pelo lado da editora, é exatamente isso, mas como jogadores, o que todos nós queremos é ter mais informações sobre o game que está sendo divulgado e infelizmente isso tem se tornado cada vez mais raro.

Kuchera cita como exemplo os trailers da série Halo, que mesmo trazendo atores reais, costumam nos dar uma boa ideia do que esperar e elogiou também o que a 2K Games fez com o Evolve, nos permitindo escolher o ponto de vista de um dos cinco jogadores que estavam aproveitando o título, além de nos dar explicações sobre o que está sendo mostrado na tela.

No caso específico do Mortal Kombat X, o autor do artigo ainda crítica a péssima escolha musical do vídeo, o fato dele não mostrar nenhuma possível novidade que o jogo trará e a sua incapacidade de pelo menos criar alguma expectativa pela chegada de algum novo personagem, o que na minha opinião - e pelo jeito, na dele também - faz com que trailer seja praticamente irrelevante.

No fundo até acho esses trailers legais, afinal passam uma ideia mais grandiosa dos jogos, porém, ao mesmo tempo em que eles podem ajudar a vender um jogo para algumas pessoas, as editoras correm um sério risco de causar uma enorme decepção em muita gente, vide o caso do Dead Island, e mesmo que elas prefiram seguir por este caminho, porque não aproveitar para agradar também aqueles que só querem ver um pouco da jogabilidade? Será mesmo que elas precisam demorar vários meses entre o lançamento de um trailer cinematográfico e outro com as imagens do jogo, preferencialmente sem maquiagens?

relacionados


Comentários