Home » Livros e quadrinhos » Alan Moore anuncia app open-source para quadrinhos

Alan Moore anuncia app open-source para quadrinhos

Em uma época cheia de aventureiros é bom ver gente que domina uma arte se interessar em novos formatos. É o caso de Alan Moore, um dos maiores autores de quadrinhos da atualidade, que agora vai investir em quadrinhos em formato eletrônico.

5 anos atrás

moore

Alan Moore é um gênio. De sua mente saíram obras-primas como Miracleman, Watchmen, A Piada Mortal, From Hell, V for Vendetta e Monstro do Pântano. Ele elevou as histórias em quadrinhos ao nível da poesia. Junto com Neil Gaiman foi fundamental para o reconhecimento de sua arte como uma forma válida de expressão, indo muito além de sujeitos com cueca por cima da calça se pegando na porrada.

Dito isso, Alan Moore é um ser esquisito. Se fosse vizinho dele eu nunca tomaria banho sem trancar a porta do banheiro. Moore é adorador do Deus-Cobra Glycon, e essa é a faceta menos esquisita de sua personalidade. Ele não diferencia mais imaginação e realidade, mas se esse é o preço para produzir com a qualidade que produz, é pequeno.

killyoua

Agora ele resolveu se aventurar no mundo online, com um app chamado Electricomics. A idéia é aproveitar os formatos digitais, criando conteúdo para esse tipo de plataforma, indo além de só replicar conteúdo impresso.

Desenvolvido pela Ocasta Studios, o Electricomics virá com um SDK e estará disponível em licença open-source no GitHub, estimulando outros artistas a utilizarem a ferramenta para divulgar seus próprios trabalhos.

Agora que o mercado de quadrinhos já se firmou, com Marvel, DC e outras editoras publicando ativamente online, é hora do próprio formato ser alvo de experimentação, e ninguém melhor do que o sujeito que transformou um kibe mal-feito do Homem-Coisa em um magnífico Elemental do Verde.

Fonte: Wired.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários