Home » Games » Indústria » Microsoft sem querer confirma encalhe de 800 mil consoles Xbox One nas lojas

Microsoft sem querer confirma encalhe de 800 mil consoles Xbox One nas lojas

Ao divulgar resultados financeiros positivos a acionistas, Microsoft indiretamente revela encalhe de 800 mil consoles Xbox One nas lojas e dá ao PS4 maior vantagem nas vendas mundiais até março (7 contra 4,2 milhões). Seria esta a hora certa para o XBO ganhar um desconto generoso?

5 anos atrás

Laguna_XBO_Help_controller

Xbox One está até vendendo bem, mas tem um PS4 bem à frente… (Crédito: Edge)

Semana passada, a Microsoft confirmou que havia enviado até março (final do terceiro trimestre do ano fiscal) cinco milhões de consoles Xbox One às lojas dos 13 países onde o aparelho de oitava geração fôra lançado.

Muita gente, inclusive o tio Laguna, achava que a diferença entre o número de consoles enviados às lojas e os efetivamente vendidos aos consumidores era mínima, até porque o XBO conta com vários jogos exclusivos bem interessantes. Como a Sony divulgou o belo número de consoles PS4 vendidos no mundo logo antes de tal anúncio da Microsoft, a japonesa aparentou por algumas horas certo desespero.

Só que agora posso ver que o sentimento da Sony ao divulgar tão logo os sete milhões de sistemas PlayStation 4 vendidos era de autoconfiança: a Microsoft acaba de revelar oficialmente os resultados financeiros do primeiro trimestre de 2014 (ou penúltimo trimestre do ano fiscal, como queiram). A BigM de Redmond como empresa vai muito bem, obrigado, mas o seu console de oitava geração, nem tanto.

[De janeiro a março de 2014, a] Microsoft vendeu 2,0 milhões de consoles Xbox, incluindo 1,2 milhão de consoles Xbox One.

Desde o lançamento em novembro até março, o Xbox One vendeu de facto 4,2 milhões de consoles. Fazendo as contas, temos 800 mil consoles que foram enviados às lojas em tal período e não foram vendidos. Encalhados nas lojas.

Um leitor alemão do NeoGAF tirou a foto abaixo e apontou o que ele acha que está errado com a venda do console nas grandes lojas de lá.

Laguna_XBO_stock_Saturn

Encalhe de Xbox One em loja alemã (Crédito: NeoGAF)

A loja vende o pacote com Titanfall que acompanha um segundo controle por € 499. Logo ao lado, temos a edição padrão pelos mesmos 499 euros. Que tipo de publicidade é essa?
♮  
A Microsoft deveria ajudar os varejistas permitindo que eles criem “pacotes Xbox One não-oficiais” com uma cópia física de um jogo pelo mesmo preço [do pacote oficial] ou então as caixas verdes juntarão poeira.

Concordo.

Por mais que a Microsoft justifique que esse suposto encalhe de 800 mil consoles seja algum tipo de estratégia de vendas, esse enorme número de unidades que não foram vendidas apenas mostra que o Xbox One vai precisar urgente de um desconto nos moldes do que a Nintendo fez com o 3DS, basicamente um terço do preço (imagine um desconto de US$ 166 no XBO). Isso considerando que a empresa queira realmente com o XBO ultrapassar o PlayStation 4 algum dia: ao terminar março, tivemos portanto uma vantagem de 2,8 milhões de consoles Sony.

Preço, marketing e bons jogos exclusivos vendem consoles e, na minha opinião, o PS4 até o momento não possui algum jogo exclusivo que me interesse a ponto de gastar US$ 399 (ou R$ 3.999). Se o tio Laguna puder especular sobre o que tornou o PlayStation 4 esse sucesso tremendo foi o preço mais baixo aliado a um hardware melhor que o do XBO, fora a PS Plus.

Os desenvolvedores de jogos multiplataforma conseguem no PS4 rodar um jogo em Full HD, mesmo jogo esse que no XBO não o seria. O consumidor está cada vez mais exigente e pesquisa tais detalhes técnicos mesmo que eles não influenciem tanto assim na experiência do jogo em si: talvez o DirectX 12 traga melhorias gráficas ao Xbox One que permitam um marketing melhor, mas não alimento muitas esperanças se o preço continuar nos 500 dólares.

A E3 2014 acontece em junho e pergunto: o Xbox One impedirá que o PS4 atinja a marca de 10 milhões de consoles vendidos no mundo até lá? E se o PS4 atingir tal patamar de vendas, a diferença entre ele e o XBO seria menor que as atuais 2,8 milhões de unidades vendidas?

Leia também:

relacionados


Comentários