Home » Destaques » The Walking Dead: governo inglês paga para o Windows XP não morrer

The Walking Dead: governo inglês paga para o Windows XP não morrer

Amanhã, pela 364783943ª vez a Microsoft encerrará o suporte ao Windows XP, mas parece que agora vai, tanto que a Inglaterra pagou mais de 5 milhões de libras esterlinas por um pacote de um ano de atualizações de segurança. Parece muito? É, mas quer saber? Bem-feito. Tiveram 13 anos para planejar um upgrade. Parece coisa de um certo país lusoparlante da América Latina…

5 anos atrás

Windows_XP_Zombies

Um dos grandes erros que os nerds cometem é achar que pessoas normais gostam tanto de computadores quanto a gente. Isso vale pro freetard que chama usuários de burros por não quererem aprender a usar o GREP, mas também vale pro usuário de iPhone que tem uma síncope quando encontra um sujeito com um aparelho de última geração, modelo mais caro e o corno sequer instala algum app além dos nativos.

Para essa gente computadores são ferramentas, existem para cumprir uma função e só. E se uma ferramenta funciona, você não troca. Vide pedreiros brasileiros, que se beneficiariam MUITO comprando ferramentas elétricas, mas o sujeito prefere passar uma semana quebrando uma parede e aporrinhando os vizinhos, a comprar um martelo elétrico e resolver em um dia.

O Windows XP é parte de uma ferramenta. Depois de 13 anos de afinação ele funciona. Apenas funciona mas apenas funciona muito bem. Para o usuário final leigo na melhor das hipóteses é trocar 6 por meia-dúzia, instalar um Windows 7 ou 8 não justifica.

Usuários corporativos então, nem se fala. Só que a Microsoft vive de vender software, então em algum momento o XP vai pra vala. Dizem que já foi, eu não acredito e não reporto mais Morte do XP, mas na Inglaterra o governo não quer arriscar.

No mundo 27,69% dos computadores ainda rodam XP, na Inglaterra boa parte do serviço público depende dele, e como não tiveram tempo para tocar um programa de upgrades de hardware e software, tiveram que apelar para uma solução paliativa de emergência. Compraram pacotes de suporte extra estendido megaplus da Microsoft, num total de £ 5,548 milhões.

O pacote fornece um ano de atualizações de segurança críticas e importantes para Windows XP, Office 2003 e Exchange 2003. Parece muito mas foi um belo acordo. Se compradas individualmente as licenças passariam de £ 20 milhões. No pacote são contemplados os governos locais e nacionais, entidades de caridade e todo o sistema de saúde.

Normalmente é moralmente ambíguo esse modelo de negócios onde você força upgrades, a impressão é que a Microsoft está vendendo proteção, mas todo mundo que já fez a BESTEIRA de aceitar dinheiro para consertar o computador de alguém sabe, cliente é uma praga que vai te culpar por TUDO que acontecer nos próximos 20 anos.

O XP foi lançado em 2001. DOIS MIL E UM. Vejam a configuração de um PC da época, tirada do fórum do Tom's Hardware:

Intel Celeron 533A @ 800 MHz
Abit BE6-II
KingMax TinyBGA PC150 768 MB PC150
2 IBM Deskstar 41,17 GB 60GXP
1 Seagate Barracuda 20,4 GB

Seu celular, mesmo Android dá voltas em torno disso. Qualquer sistema lançado nessa época está subutilizando os recursos de uma máquina moderna. São 13 anos, pombas. Se eu tivesse uma filha quando o XP foi lançado hoje ela estaria entrando para o convento. CHEGA! Nenhuma empresa é mãe a esse ponto.

Amanhã, JURA DE VERDADE DESSA VEZ É SÉRIO a Microsoft que o suporte do XP acaba. Sinceramente, do fundo do coração, se você ainda está usando XP, azar o seu.

Fonte: TT.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários