Home » Hardware » Exigências de hardware cairão ainda mais com o Windows 8.1 Update 1

Exigências de hardware cairão ainda mais com o Windows 8.1 Update 1

Microsoft enxuga o Windows 8.1 ainda mais: Update 1 exigirá menos RAM e espaço em disco do que versão anterior

6 anos atrás

windows-8-1

A Microsoft aprendeu com seu erros ao exigir computadores potentes quando lançou o Windows Vista. Até então uma migração não pedia um update muito violento, talvez apenas um pente a mais de memória e tudo continuaria rodando razoavelmente. Não foram raras as vezes em que vi o Windows XP rodando em máquinas bem capengas, e certa vez testemunhei o 98 num 486. Funcionando daquele jeito, mas era minimamente utilizável.

o Vista, tendo sido o primeiro com opção x64 chutou as especificações lá no alto. Muita gente não gostou com razão, pois seriam obrigados a fazer um upgrade completo. Por isso a decisão da Microsoft em chutar baixo com o Windows 7 agradou: meu desktop não rodava Vista nem por decreto, mas o 7 funcionou redondinho.

Com o Windows 8 foi a mesma coisa. A Microsoft reescreve seu SO por completo e isso permitiu que ela otimizasse seu funcionamento ao máximo. Agora o Update 1, a primeira atualização significativa do Windows 8.1 (pense nele como um Service Pack, embora Redmond não use esse termo) teve seu desenvolvimento finalizado e a versão RTM já está sendo despachada para os fabricantes, e a previsão é que ela seja disponibilizada para usuários da MSDN entre os dias 1º e 2 de abril. O lançamento oficial seria na semana seguinte.

Entretanto a característica mais legal é que a exigência de hardware foi novamente reduzida: agora o Update 1 pede um mínimo de 1 GB de RAM e 16 GB de espaço interno, muito provavelmente visando donos de hardware mais antigos como usuários de Windows XP, em mais uma tentativa de convencer os consumidores a migrar de uma vez tendo em vista o fim iminente do suporte ao SO, ainda que atualizações de segurança continuem sendo liberadas.

Como a Microsoft estava apelando até mesmo para os sobrinhos convencerem usuários mais teimosos a atualizar seus PCs, baixar as configurações mínimas ainda mais pode incentivar essas pessoas, pois não precisarão comprar hardware mais novo e qualquer economia é bem-vinda.

Fonte: DT.

relacionados


Comentários