Home » Internet » Mozilla vai começar a exibir (também conhecido como vender) anúncios no Firefox

Mozilla vai começar a exibir (também conhecido como vender) anúncios no Firefox

Em um movimento no mínimo polêmico, a Mozilla anunciou ontem que irá começar a vender anúncios no seu popular navegador Firefox.

6 anos atrás

Firefox

Em um movimento no mínimo polêmico, a Mozilla anunciou ontem que irá começar a vender anúncios no seu popular navegador Firefox.

Polêmica por que ano passado a própria Mozilla anunciou que as novas versões do Firefox iriam bloquear cookies de terceiros por padrão. Para quem não sabe cookies são aqueles pequenos arquivos de informação que fazem com que você veja anúncios de TV, por exemplo, até o final dos tempos depois de pesquisar sobre o assunto ou clicar desavisadamente em um anúncio do produto.

Os anúncios serão exibidos ao se abrir uma nova aba no navegador.

Alguns desses anúncios serão do próprio ecossistema Mozilla, alguns serão sites populares em sua localização geográfica, e alguns serão conteúdo patrocinado de parceiros escolhidos a mão para ajudar a Mozilla a seguir sua missão.

O primeiro passo foi dado no inverno passado, quando começou um sistema de opt-in que permitiria aos usuários receber conteúdo baseado em seu histórico de navegação. No final de 2013 foi dado o segundo, com a contratação de Darren Herman, ex-kbs+ Ventures, que irá chefiar o setor de anúncios e conteúdo.

Como sempre que se fala em anúncios a palavra menos usada é publicidade, Herman afirma que “a Mozilla está mudando de uma simples janela para a internet para um agente inteligente em benefício do usuário, colocando-o em primeiro lugar”.

Herman também tratou de amansar a IAB, que subiu nas tamancas com a questão dos cookies, que segundo eles quebraria o modelo de anúncios utilizado hoje em dia na internet. Ele afirma que a Mozilla está pronta para trabalhar com terceiros, como Apple, Google, o próprio IAB e outros.

São esperadas 100 bilhões de impressões de anúncios por ano, apenas nos Estados Unidos. Por enquanto apenas novos usuários receberão os mesmos, aproximadamente 31 milhões únicos por mês.

Fonte: Advertising Age.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários