Home » Hardware » Sony ignora Android 4.4 KitKat e anuncia a morte de vários smartphones

Sony ignora Android 4.4 KitKat e anuncia a morte de vários smartphones

A despeito do Android 4.4 KitKat ser voltado para aparelhos antigos e não-tops, Sony anuncia que diversos aparelhos não serão mais atualizados

6 anos atrás

xperia-s-cycle

Quando o Google apresentou ao mundo o Android 4.4 KitKat, o principal feature introduzido nele é sua capacidade de rodar de forma suave em hardwares mais modestos, com até 512 MB de RAM. Com isso a empresa deixava claro que iria fazer de tudo para que a fragmentação, o principal motivo de comparação entre o sistema do robozinho e o iOS fosse resolvido de vez. Com isso aparelhos de entrada ou antigos receberiam o Android de chocolate e todos ficariam felizes.

Entretanto fabricantes e operadoras não pensam da mesma forma. Os primeiros querem vender aparelhos, os segundos aparelhos com planos (embora essa prática esteja com os dias contados). Manter dispositivos desatualizados faz parte da estratégia de obsolescência programada e forçam o usuário a trocar de aparelho constantemente. Foi o que a HTC fez recentemente, e agora a Sony vai pelo mesmo caminho.

A empresa tem mantido seus aparelhos mais recentes de certa forma atualizados, mas numa postagem do Xperia Blog ela assim como a HTC provou que a proposta do Google em unificar o Android é bonitinha no papel mas no fim das contas o que importa são vendas de novos modelos. Portanto os seguintes aparelhos não mais receberão atualizações de sistema:

  • Xperia Acro S;
  • Xperia Arc S;
  • Xperia Go;
  • Xperia Ion;
  • Xperia J;
  • Xperia Miro;
  • Xperia P;
  • Xperia S;
  • Xperia SL;
  • Xperia Sola;
  • Xperia Tipo;
  • Xperia U.

Quase todos esses aparelhos não são vendidos no Brasil e já possuem mais de 18 meses de estrada, porém como o Android 4.4 foi pensado para esses tipos de aparelhos, os mais antigos e não-tops fica evidente que os fabricantes não farão o mínimo esforço para atualizar seus modelos mais velhinhos. Infelizmente a vantagem do KitKat só poderá ser comprovada a longo prazo, quando os aparelhos que estão chegando ao mercado agora puderem ser atualizados daqui a dois anos, embora como o Google entregou as chaves dos updates nas mãos dos fabricantes, não acredito que esse cenário vá mudar.

Fonte: GigaOM.

relacionados


Comentários