Home » Destaques » Google absorveu para si equipe de tecnologia avançada da Motorola

Google absorveu para si equipe de tecnologia avançada da Motorola

Não foram apenas as patentes da Motorola que o Google manteve: a equipe de tecnologia avançada responsável pelo Project Ara também não foi vendida à Lenovo.

5 anos atrás

project-ara-motorola

A venda da Motorola à Lenovo por US$ 3 bilhões de dólares, dez bilhões a menos que o Google pagou pois ela manteve as patentes de tecnologia, está sendo considerada um péssimo negócio para a empresa de hardware, já que a Motorola sairá enfraquecida ao extremo de Mountain View. A única coisa que a fabricante chinesa conseguiu foi o know-how de produção de smartphones e tablets e direitos sobre a marca. E agora foi descoberto que a equipe de tecnologia avançada, chefiada pela doutora e ex-diretora do DARPA Regina E. Dugan também não fez parte do acordo.

Apesar de eu não considerar o Project Ara um produto tão imediato, para a mim a ideia de um smartphone modular é incrível. O único problema é que com a tecnologia que dispomos hoje, onde precisamos que contatos e componentes sejam os mais próximos possíveis para economizar energia e manter a performance não seja favorável a um dispositivo do tipo que concorra com os mais poderosos do mercado. Entretanto o projeto é muito bom, tanto é que o Google cresceu o olho no trabalho de Dugan e sua equipe de 100 profissionais. Todos foram absorvidos pela gigante e a Lenovo ficou chupando o dedo, pois não levou o Ara.

Não é preciso extrapolar muito que com o budget do Google e tecnologias à sua disposição, ela seja plenamente capaz de escalar o Project Ara de uma forma que a Motorola ou a Lenovo sozinhas não seriam capazes. Com isso, o que poderia levar dez anos para se tornar utilizável pode levar bem menos tempo, e com isso fortalecer o Android e seus dispositivos próprios; não que o Google fabrique hardware hoje fora o Glass, mas nunca se sabe. Mesmo tendo perdido a chance de por as mãos em tão avançada tecnologia, a Lenovo terá a licença para utilizar patentes da equipe da Dra. Dugan, que também pertencem ao Google.

No fim das contas pode ser que vejamos o Ara mais cedo do que pensávamos, já que Mountain View provavelmente não vai poupar grana para escalar as pesquisas. E se isso acontecer eu vou ficar contente por estar errado quanto ao projeto.

Fonte: The Next Web.

relacionados


Comentários