Home » Meio Bit » Computação móvel » Rovio nega que forneça dados dos jogadores de Angry Birds à NSA

Rovio nega que forneça dados dos jogadores de Angry Birds à NSA

Em respostas às renúncias feitas por Edward Snowden, a Rovio negou o fornecimento de dados dos jogadores de Angry Birds às agências de inteligência.

5 anos atrás

Angry Birds

Ontem, as crianças os jogadores de Angry Birds (tenho algumas versões do joguinho) foram pegos de surpresa com a notícia, divulgada por Edward Snowden, de que a NSA e a GCHQ (agência de inteligência britânica) teriam acesso aos dados dos usuários de diversos aplicativos. Entre eles, estaria o AB, um dos mais famosos joguinhos para celulares e tablets disponível atualmente.

Como aconteceu com todos os casos envolvendo empresas de tecnologia e as denúncias de invasão de privacidade e quebra de sigilo por parte de agências de inteligência, a Rovio tratou de negar. Segundo a declaração, a empresa “não compartilha dados, colaborar ou é conivente com quaisquer agências de espionagem do governo”.

Em sua defesa, na tentativa de tirar o seu da reta, a empresa afirma que, se há alguém que possa fornecer os dados pessoais dos usuários às agências, esse alguém seria as empresas que cuidam das redes de publicidade. “A fim de proteger os nossos usuários finais, iremos, como todas as demais empresas que utilizam as redes de anúncios, reavaliar o trabalho com essas redes e verificar se elas estão sendo utilizadas para fins de espionagem”, disse Mikael Hed, CEO da Rovio.

Infelizmente, se deixarmos de utilizar todos os produtos e serviços de todas as empresas envolvidas nas espionagens da NSA, seremos obrigados a abandonar o barco a Internet. Até que se prove o contrário, prefiro acreditar na empresa dos passarinhos zangados.

Fonte: CNET.

relacionados


Comentários