Home » Internet » Campanhas do Kickstarter arrecadaram US$ 480 milhões em 2013

Campanhas do Kickstarter arrecadaram US$ 480 milhões em 2013

Kickstarter divulga números de 2013: quase meio bilhão de dólares injetados no site e 19.911 projetos saíram no papel no último ano

6 anos atrás

kickstarter

"As pessoas são incríveis". Esta é a conclusão que o Kickstarter chegou ao avaliar os resultados do ano de 2013. o site de crowdfunding lançou um review onde faz um levantamento dos números brutos que as campanhas alcançaram no último ano, bem como relembra os projetos mais relevantes que se tornaram realidade graças às pessoas que acreditaram.

No total, 3 milhões de pessoas abriram a carteira e injetaram no site 480 milhões de dólares. Isso dá uma média de US$ 1.315.520,00 doados à campanhas por dia; US$ 913 por minuto; US$ 15,22 por segundo. Pessoas de 214 países espalhados pelos continentes (teve doação até da Antártica) ajudaram, sendo que 807.733 ajudaram mais de uma campanha, 81.090 deram dinheiro para dez ou mais e 975 generosos investiram em mais de cem projetos. Ao todo 19.911 projetos saíram do papel em 2013 e outros mais estão por vir.

O site destaca projetos que se tornaram realidade como o Pebble, o Oculus Rift, o Ouya, o bicicletóptero bem como outros projetos como o de jovens que usaram contêineres para construir escolas, uma mostra fotográfica no Muro de Berlim e de filmes que foram financiados pelo público como Veronica MarsBlue Ruin, que estreou em Cannes e Inocente, vencedor do Oscar de Melhor Documentário de Curta-Metragem. Nós também tivemos projetos de satélites 100% financiados pelo público, que diferente dos nossos não acabaram virando sondas polares.

Nós mesmos divulgamos inúmeros projetos neste último ano, desde simples e passionais como o PowerUp 3.0, o aviãozinho de papel controlado via smartphone e o Kit Kano, um computador DIY voltado a ensinar programação às crianças; outros apelaram para a nostalgia gamer, como Mighty No. 9 e a continuação de River City Ramsom; vimos picaretagens como a versão não autorizada de Ghosts 'n Goblins e projetos de designers duvidosos; e também a presepada de Tim Schafer ao se empolgar e acabar com toda a grana antes de concluir Broken Age, além de muitos outros casos.

Há quem diga que a bolha do crowdfunding pode estourar a qualquer momento, mas eu não acredito nisso.  Ideias boas devem ser estimuladas e se houver demanda elas podem e devem ser financiadas por aqueles que desejam os produtos ou apenas acreditam estar fazendo um bem maior. E se 2013 foi incrível, quem sabe o que este ano reserva?

Fonte: Kickstarter via TNW.

relacionados


Comentários