Home » Áudio e vídeo » O que o gelo faz no verão?

O que o gelo faz no verão?

Estreou nos cinemas brasileiros hoje (03/01) a animação da Disney, Frozen. A história é inspirada na fábula A Rainha da Neve, de Hans Christian Andersen, e conta com direção da dupla Chris Buck (“Tarzan”) e Jennifer Lee (roteirista do primoroso “Detona Ralph”). Além de envolvente, a animação é de um primor técnico ímpar.

6 anos atrás

msf_frozen_cmi_elsa

*Spoilers bobos no texto.

Certo, isso vai soar um pouco estranho mas vamos lá: eu já admiti aqui que sou piegas e depois de ler este artigo você provavelmente vai descobrir que eu também sou patético, mas hey o Izzy Nobre está aí pra provar que a sinceridade é a melhor defesa.

Estreou nos cinemas brasileiros hoje (03/01) a animação da Disney, Frozen. A história é inspirada na fábula A Rainha da Neve, de Hans Christian Andersen, e conta com direção da dupla Chris Buck (“Tarzan”) e Jennifer Lee (roteirista do primoroso “Detona Ralph”). A história tem princesas, príncipes sem encanto, magia e beijo no final (o que deve fazer as feminazi terem convulsões), mas diferente da Pixar que tentou fazer uma princesa modernosa em Brave, a animação original da Disney abraça a tradição mais simples e delicada das princesas que só querem… ah, bem… ser princesas.

O poder e naturalidade que nasce deste auto-conhecimento da obra é virtuoso. As irmãs Anna e Elsa tem um carisma prático delicioso que só a interação entre irmãs que se amam muito poderia criar (e decerto posso ter sido afetado por isso, dado que tenho dois irmãos de quem gosto muito). Os personagens coadjuvantes são caricatos na medida certa e é até mesmo possível fazer leituras mais adultas nas entrelinhas da história. Meu conselho: não faça isso.

Abrace sua criança interior e assista como se estivesse indo ver Branca de Neve, A Bela e a Fera ou Enrolados pela primeira vez. A magia clássica da Disney está toda lá. O filme tem momentos em que resvala em clichês e armadilhas de roteiro, mas sinceramente, nem me importei.

Coisas impressionantes são mostradas na parte técnica e certamente os diretores de arte e figurino são talentosíssimos. A técnica é realmente algo espantoso. Observe por exemplo a naturalidade com que Elsa anda na cena em que ela, finalmente livre, assume o controle da totalidade dos seus poderes:

MOVIES Coming Soon — Frozen Movie CLIP - 'Let It Go' Song (2013) - Disney Princess Movie HD

Outro ponto que merece destaque é a animação da neve, já devidamente comentada pelo Cardoso em detalhes. Algumas pessoas podem querer apenas desfrutar da beleza da neve caindo, sem saber muito sobre como foi feito pois podem não estar interessadas em conhecer sobre as maneiras que a temperatura, umidade e outros fatores conspiram para criar tipos específicos de neve. Mas essa informação é tão legal, que eu não posso imaginar por que alguém não gostaria de saber mais.

Da mesma forma, a animação do gelo e a representação detalhada da neve acumulada, pode ser tudo o que algumas pessoas querem ver. Mas se você quiser saber mais, a Disney gentilmente liberou um vídeo no YouTube que explica um pouco sobre como a neve animada do filme chegou a tal ponto de perfeição e é uma aula de animação digital em todos os sentidos.

Walt Disney Animation Studios — Disney's Frozen - A Material Point Method For Snow Simulation

Ah, antes de terminar, o curta-metragem que passa antes do longa é delicioso e em todos os sentidos um exemplo do quão criativo, ousado e nostálgico um animador de bom humor pode ser.

relacionados


Comentários