Home » Indústria » Hackers roubam dados de 40 milhões de cartões de crédito e débito de clientes da Target

Hackers roubam dados de 40 milhões de cartões de crédito e débito de clientes da Target

Furo de segurança aconteceu durante um período que inclui a Black Friday. Se você comprou produtos na loja nestes dias, alerte sua operadora.

6 anos atrás

target_large_verge_medium_landscape

Para quem não conhece a Target, trata-se de uma gigantesca rede de lojas de varejo dos Estados Unidos. Lá você pode encontrar desde comida, passando por roupas e até eletrônicos e videogames. Entre outros nomes, ela é o destino de visitantes do mundo todo que chegam ao país, incluindo os ávidos consumidores brasileiros.

Ontem surgiram alguns rumores de que a companhia tinha sido alvo de um ataque de hackers, em uma investida que teria culminado no furto de informações de cartões de crédito e débito utilizados durante a Black Friday. E hoje a empresa confirmou oficialmente que uma falha de segurança do sistema permitiu o roubo de dados de aproximadamente 40 milhões de seus clientes.

Mas o vazamento não aconteceu somente durante a sexta-feira mágica do consumismo. Qualquer pessoa que efetuou compras com cartões na rede, dentro dos Estados Unidos, entre os dias 27 de novembro e 15 de dezembro, pode ter tido seus dados comprometidos. E estamos falando de nome do cliente, números dos cartões, códigos de verificação (CVV), data de validade e até senhas. Sim, senhas.

Até o momento as autoridades sabem pouco ou nada sobre quem está por trás do crime. A Target, no entanto, já contratou uma empresa privada de investigação para analisar o incidente e, conforme a publicação oficial, "garantir que isso nunca mais aconteça".

Illinois_Target_Store

Certamente é assustador perceber que uma empresa do tamanho da Target possua um sistema suscetível a ataques deste porte. Me faz imaginar se outras redes concorrentes também não estejam vulneráveis. Americanos e brasileiros adoram o Walmart, GameStop, Macys, BestBuy e tantas outras lojas assim. Que o ocorrido sirva de aviso e que todos eles revejam suas políticas internas de segurança.

Se você esteve nos EUA neste período e utilizou seu cartão de crédito para compras na Target, mude agora mesmo seu código pin e avise sua operadora ou banco.

Fonte: Target e Mashable.

relacionados


Comentários