Home » Áudio e vídeo » Frozen: CGI da Disney não é brinquedo não

Frozen: CGI da Disney não é brinquedo não

Frozen, novo filme da Disney, é um show de computação gráfica, mas infelizmente não há um botão “neve” no Maya. Acho que nem no Blender existe. O jeito é pegar um bando de cientistas para criar algoritmos de simulação de cair o queixo. Clique e veja os resultados.

6 anos atrás

disney-frozen_elsa-wide

Aladdin teve um dos primeiros usos de computação gráfica da Disney, mas o grande e épico momento foi em A Bela e a Fera, com a cena da dança, onde o salão e o candelabro em CGI combinavam perfeitamente com os personagens desenhados à mão. Seja com a Pixar, seja com a câmera de múltiplos planos, inventada em 1933, a tecnologia sempre foi usada pena Disney para contar uma história, não como muleta.

Agora com Frozen, eles se superaram. Baseada em um conto de fadas de Hans Christian Andersen, a história se passa naquela região congelada que chamam de Noruega, Dinamarca e adjacências. Portanto, há neve a rodo. Só que fazer neve em computação gráfica não é fácil. Exige… ciência. O resultado é que três pesquisadores da Universidade da Califórnia e dois da Disney se juntaram pra criar os algoritmos de simulação necessários.

O trabalho deles rendeu um paper com os detalhes e equações envolvidos, e se você for pretensioso como eu pode também até fingir que tem uma leve noção do que eles estão falando.

Aqui, um vídeo com animações de demonstração:

Disney's Frozen - A Material Point Method For Snow Simulation

Para dar uma idéia da complexidade, eles renderizaram o vídeo acima em um Intel Xeon de 8 núcleos, rodando a 2,67 GHz. CADA FRAME das animações levou, em termos de tempo:

  • Bola de Neve caindo: 5,2 minutos/frame
  • Bola de neve acertando a parede: 7,3 minutos/frame
  • Bolas de neve colidindo: 13,3 minutos/frame
  • Limpa-neve: 2,1 minutos/frame
  • Bola de neve rolando: 35,7 minutos/frame
  • Logo da SIGGRAPH: 4,7 minutos/frame
  • Logo The End: 3,8 minutos/frame
  • Destruição do castelo: 6 minutos/frame
  • Personagem andando: 15,7 minutos/frame
  • Personagem cavando: 25,8 minutos/frame.

·  
Claro que quando vão renderizar para o filme usam conjuntos bem mais parrudos, mas não só renderizam em resoluções muito maiores, como há um aumento exponencial na complexidade, com cenários, texturas, fontes de luz, mapeamentos, etc, etc, etc.

Quer ver o resultado? Dê play no vídeo abaixo, coloque em 1080p, full screen e aprecie a linda voz da Idina Menzel arrasando em Let it Go, fácil Oscar de Melhor Canção Original em 2014. Pode cobrar.

Disney's Frozen “Let It Go” Sequence Performed by Idina Menzel

P.S.: antes que alguém reclame, ela é uma rainha mágica do gelo, assim como elfos NÃO deixa pegadas na neve.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários