Home » Hardware » Como era de se esperar, Nokia responde por 90% do mercado de Windows Phones

Como era de se esperar, Nokia responde por 90% do mercado de Windows Phones

Market share da Nokia se expande por pura demanda popular, alcançando 90% de todos os dispositivos com Windows Phone ativos mundialmente

6 anos atrás

lumia-1520

Apesar da projeção inicial acerca do crescimento do market share da Nokia não ter se confirmado, ainda assim ela tem mais do que motivos para comemorar: segundo recente pesquisa do AdDuplex, a divisão de dispositivos agora pertencente à Microsoft se tornou responsável por 90% de todo o mercado de smartphones com o sistema das janelas. Ela efetivamente se tornou para o Windows Phone o que a Samsung é para o Android.

Em segundo lugar vem a HTC, que dá ponto de audiência no Android mas segura 7% no Windows Phone 8, ainda que tenha caído 2,8% desde a última medição realizada pelo site, há míseros três meses. A Sammy é a terceira com 1,8% e a Huawei responde pelo 1,2% restante.

nokia-market-share-001

As coisas ficam interessantes quando o mercado é dividido em dispositivos. Confirmando as projeções de vendas, o Lumia 520 é um sucesso em todo o mundo, respondendo sozinho por 35,3% de todos os Windows Phones. Como ele não é vendido nos Estados Unidos, o aparelho campeão lá é o Lumia 521, uma variante criada para a operadora T-Mobile, com 22,8%. Em outros mercados domésticos o 520 lidera em todos, com exceção da Alemanha: são 9,9% contra 17,4% do Lumia 920.

nokia-market-share-002

Os números em torno do sistema embarcado nos aparelhos utilizados em todo o mundo revela o quanto o mercado cresceu: três quartos de todos os dispositivos rodam Windows Phone 8, enquanto o WP7 está presente em 24,7%. Isso significa que desde o lançamento da nova versão a Microsoft conseguiu triplicar o número de aparelhos vendidos, já que os modelos que rodam a versão anterior não foram atualizados, recebendo apenas um update parcial para a versão 7.8.

nokia-market-share-003

Se pensarmos bem a Nokia faz por merecer. Apesar de promover seus dispositivos top de linha, fica evidente que o perfil do consumidor de Windows Phones prefere aparelhos mais em conta mas com qualidade (com exceção dos alemães), e nesse quesito a Nokia sempre foi referência, graças à excelência de seu hardware: cases e displays extremamente resistentes e baterias muito duráveis. Após fechar a parceria com a Microsoft (culminando em sua aquisição) a empresa voltou a ser desejada pelos consumidores, principalmente aqueles que queria algo diferente de iOS ou Android.

Fonte: AdDuplex via TC.

relacionados


Comentários