Home » Hardware » Apple está prestes a comprar a PrimeSense, desenvolvedora do primeiro Kinect

Apple está prestes a comprar a PrimeSense, desenvolvedora do primeiro Kinect

Aquisição por parte da Apple foi facilitada pela Microsoft trabalhar sozinha no Kinect do Xbox One; acordo pode ser fechado nesta semana por US$ 345 milhões

6 anos atrás

kinect

Ao que tudo indica o namoro de quatro meses entre Cupertino e a PrimeSense está caminhando para sua conclusão: segundo informa o site Calcalist (que quando se trata de aquisições de empresas não costuma errar), a Apple e a empresa israelense de semicondutores estão à beira do fim das negociações para a empresa responsável pela tecnologia do Kinect original se tornar finalmente a mais nova integrante do portfólio da maçã.

Diferente dos primeiros informes divulgados quando as negociações vieram à tona, o acordo entre Apple e PrimeSense pode chegar à 345 milhões de dólares, bem mais do que os US$ 280 milhões planejados. Entretanto é improvável que a Apple pague tanto assim e o contrato seja finalizado em torno de US$ 250 milhões.

A curiosidade aqui é o por quê a Apple pagaria por uma empresa que foi descartada pela Microsoft, quando esta absorveu todo o know-how da israelense em condutores e sensores de movimento para criar uma versão muito mais potente do Kinect sem influência de terceiros e mais, seu produto nem é uma novidade.

Dois fatores podem ter influenciado: o primeiro, licenciamento. A PrimeSense vende sua tecnologia para terceiros além de oferecer seus próprios sensores 3D. A ASUS utiliza sua tecnologia no WAVI Xtion, o "Kinect para PC" da empresa. O AVA da iRobot, uma plataforma robótica que vem sendo utilizada em aplicações médicas também utiliza sua tecnologia. A Apple poderia se beneficiar com o dinheiro revertido pelo uso dessas patentes, e não é difícil imaginar que em algum momento ela fechasse o acesso delas para si.

O segundo seria lançar um produto "sensacional e revolucionário" que não dependa de acessórios de terceiros como o Leap Motion, o problema é um "pequeno" atraso de cinco anos: em 2008 o CEO Inon Beracha ofereceu a tecnologia à Apple, a primeira empresa que ele procurou. Após levar uma canseira daquelas ele pegou sua sacolinha e a vendeu para quem pagou mais, mas após aprender o caminho das pedras a Microsoft lhe deu um pé na bunda. Novas versões de iMacs, Macbooks e até mesmo a Apple TV com um sensor de movimento embutido, permitindo controle por gestos soa muito tentador para qualquer um. Não é novidade, mas enche os olhos mesmo assim.

Após o informe do Canalist, a PrimeSense soltou uma nota oficial dizendo que "não comenta rumores". A Apple como sempre não se manifestou. A previsão é que o acordo seja fechado durante essa semana e ambas empresas oficializem a aquisição daqui a 15 dias, sendo a PrimeSense a segunda empresa israelense a ser comprada pela Apple após a Anobit, especializada em armazenamento Flash e cujo acordo foi fechado em US$ 400 milhões.

Fontes: AllThingsD, TNW e TC.

relacionados


Comentários