Home » Games » Entrevista » BGS 2013: produtora de Assassin's Creed IV diz que game é o maior da franquia em horas de jogo

BGS 2013: produtora de Assassin's Creed IV diz que game é o maior da franquia em horas de jogo

Ambre Lizurey diz que Ubisoft se preocupou em incluir novidades de modo que a franquia não se desgaste com lançamentos anuais

6 anos atrás

assassins-creed-iv

Uma das preocupações dos jogadores hoje em dia é o fato de que as franquias cresceram os olhos nas vendas cada vez maiores, por essa razão franquias com lançamentos anuais se tornaram bem comuns. No caso da Ubisoft isso é regra: qualquer novo game só recebe sinal verde se ele puder virar uma franquia, portanto estejam certos, Tom Clancy's The Division e Watch Dogs terão sim continuações.

No caso de Assassin's Creed IV: Black Flag, a empresa tem o cuidado de que ela não se torne cansativa, adicionando novidades suficientes. É o que garante Ambre Lizurey, produtora da Ubisoft que veio para a BGS 2013 promover o novo título da franquia Assassin's Creed, e durante um autógrafo e outro deu uma rápida entrevista para o Meio Bit.

Em primeiro lugar, o game cresceu muito desde sua última incursão: diferente de Assassin's Creed III, este quarto título é dotado de um mundo totalmente aberto, e segundo Lizurey "não haverão loadings de construção de cenários em momento algum". A produtora disse que haverão inúmeras coisas para se fazer no jogo, totalizando até cinquenta horas de gameplay, sendo que 20 delas são referentes à história principal e as demais são sidequests e outros conteúdos. A qualquer momento, em qualquer lugar o jogador terá uma missão secundária para cumprir.

Sobre a preocupação da franquia se tornar um grande "mais do mesmo", Lizurey afirma que o mundo aberto será uma novidade por si só suficiente para evitar que o game se torne rapidamente cansativo, mas a Ubisoft também acredita que como cada game é executado por uma equipe diferente utilizando a linha cronológica como guia, um título não é necessariamente igual ao outro, pois a visão de cada diretor e produtor se reflete no game.

Tirando franquias como Call of Duty ou FIFA que não têm muito para onde correr, uma série de ação como Assassin's Creed precisa se manter "fresca" de modo a continuar atraente. Fora ser aberto, o fato do protagonista agora ser um pirata já proporciona locações muito interessantes, e pelo que consegui jogar na feira o título está fiel ao legado, sem grandes mudanças. Assassin's Creed IV: Black Flag será lançado para PC, Xbox 360, Xbox One, PS3, Ps4 e Wii U em novembro.

relacionados


Comentários