Home » Ciência » Astronomia » Para uns é UFO, para astronautas, é rotina. Lindo, mas rotina.

Para uns é UFO, para astronautas, é rotina. Lindo, mas rotina.

Míssil russo é fotografado por astronauta italiano da Estação Espacial Internacional e ele posta o flagrante no Twitter, para desespero de ufeiros que usariam as imagens para justificar presença de OVNIs.

5 anos e meio atrás

US-Air-Force-UFO-Chart

Como bem colocou o xkcd, a maior prova da inexistência de discos voadores, pé-grande, fantasmas e monstros em geral é que mesmo com boa parte da humanidade carregando câmeras para todo lado, os avistamentos não explodiram, a não ser que você leve em conta casos constrangedores como o Ator que Desconhecia Nuvens (o mais triste é que a “astrônoma” se espantou com o vídeo, já o ufólogo consultado descartou, identificando corretamente como nuvens ou trilhas de condensação).

Todos os relatos espetaculares, com ou sem sonda anal não se traduzem em vídeos ou fotos. Houve, realmente, um aumento na quantidade de vídeos sobre UFOs, mas também apareceram mais vídeos sobre gatos, não quer dizer que haja uma epidemia felina, por mais que a Internet diga o contrário.

Os vídeos que apareceram em geral são bobagem, como o avião passando em um vídeo de timelapse que os gênios do G1 acharam ser disco voador. Ou, este vídeo feito nas Ilhas Maurício, de uma difusa bola de luz flutuando no espaço:

A bola da vez é culpa do Elon Musk, mas ele não está (acho) construindo naves alienígenas, o que foi visualizado não passou de uma esfera de combustível ejetado do segundo estágio de um foguete Falcon 9.

A manobra é comum, depois de cumprir sua missão os foguetes ejetam o combustível remanescente nos tanques, para evitar que explodam durante a reentrada, aumentando a área de destroços e com isso a chance de acertar alguém.

Ontem uma manobra dessas foi vista de camarote. Luca Parmitano, astronauta italiano na ISS fotografou um míssil russo sendo lançado:

foguetao0

Não, o míssil não está sendo pilotado por um homem que se recusa a pedir direções, é só uma lembrança de que a atmosfera é algo bem mais complicado do que uma camada de chocolate em um bolo. Luca deu sorte de estar na cúpula na hora certa, olhando pro lugar correto. Também deu sorte de não estarmos mais na Guerra Fria, ou precisaria de outro par de calças espaciais, se possível o marrom.

O espetáculo continuou, e mais adiante ele fotografou o míssil ejetando combustível e/ou se desintegrando. A imagem é linda:

foguetao

É o mesmo fenômeno que o pessoal filmou de terra, um belo e caro show de fogos de artifício, que infelizmente será sequestrado por ufeiros e usado como “prova” de conspirações governamentais.

É uma pena. O que seria um marco luminoso do empreendedorismo humano se torna mais uma imagem borrada granulada photoshopada de gente que acredita que não somos capazes nem de empilhar pedras sozinhos, e precisamos de babás alienígenas para tudo.

relacionados


Comentários