Home » Games » Cultura Gamer » Para roteirista, personagens fracos são o motivo de filmes ruins sobre games

Para roteirista, personagens fracos são o motivo de filmes ruins sobre games

Para roteirista do Batman - O Cavaleiro das Trevas, o motivo dos filmes sobre games não serem bons está nos personagens fracos presentes nos jogos eletrônicos.

7 anos atrás

tomb-raider

Não é de hoje que tanto a indústria de games quanto a do cinema tem debatido sobre o motivo das produções para a telona baseadas em jogos eletrônicos não darem certo e quem resolveu dar sua opinião sobre o assunto foi David S. Goyer, renomado roteirista responsável por filmes como Cidade das Sombras, Batman - O Cavaleiro das Trevas e O Homem de Aço.

Ao palestrar em um evento organizado pela BATFA, Goyer citou como exemplo de adaptação bem sucedida o Tomb Raider, que segundo ele, seja o filme bom ou não, conseguiu se sair bem nas bilheterias e deu a sua explicação para isso ter acontecido.

Acho que o motivo é bastante simples: a maioria dos jogos são sobre ambientes imersivos… A maioria dos jogos, e isso está mudando, tendem a não ter personagens fortes. Se você pensa sobre games, você pensa em quão legais são os estágios, se eu fiz isso ou fiz aquilo.

A partir do momento em que começarmos a ver videogames com personagens memoráveis, então acho que começaremos a ver adaptações mais bem sucedidas. Vamos ver se o Assassin's Creed funcionará, no momento ele parece ser o melhor candidato.

Acho o ponto de vista do roteirista bastante interessante, mas não tenho muita certeza se o maior problema seria este e o que me faz pensar assim é o fato de ter gostado do filme do Mortal Kombat, jogo com personagens pouco elaborados, e nem tanto do Max Payne, que nos games é um sujeito consideravelmente complexo.

Enfim, o legal nessa história é ver que cada vez mais as pessoas envolvidas nessas indústrias estão buscando uma maneira para criar um bons filme sobre games e se há alguns anos eu achava que isso nunca aconteceria, hoje já penso que se trata apenas de uma questão de tempo até que uma adaptação realmente marcante apareça.

Fonte: Digital Spy.

relacionados


Comentários