Home » Meio Bit » Indústria » Google troca base de dados MySQL por MariaDB

Google troca base de dados MySQL por MariaDB

Essa notícia parece mais apropriada para um Hacker News da vida, mas não é todo dia que um gigante como o Google troca todo seu sistema de base de dados. Além disso, a questão vai além da parte técnica, na verdade o Google quer mesmo é dar uma estapeada na Oracle, que mantém a base de dados de código aberto MySQL.

5 anos e meio atrás

MariaDB

Essa notícia parece mais apropriada para um Hacker News da vida, mas não é todo dia que um gigante como o Google troca todo seu sistema de base de dados. Além disso, a questão vai além da parte técnica, na verdade o Google quer mesmo é dar uma estapeada na Oracle, que mantém a base de dados de código aberto MySQL.

Um mês atrás o Google já havia despachado um de seus engenheiros para a Fundação MariaDB, que segundo seu site oficial, "promove, protege e desenvolve o código, a comunidade e o ecossistema MariaDB".

O objetivo de Monty Widenius, pai da MariaDB, é que ela se mantenha uma base de dados de código-fonte aberto. Ele é o principal criador da MySQL e diz se arrepender de ter vendido tudo para a Sun, que acabou vendendo para a Oracle.

O que isso tudo significa para o Google? Simples, com a MariaDB ele pode influenciar o desenvolvimento, longe do controle da Oracle. Nesse momento, por sinal, já está acontecendo o upgrade da MariaDB 10.0 para que possa acomodar a migração de suas milhares de instâncias que hoje rodam em MySQL.

Esse trabalho vem desde o início do ano, segundo Patrik Sallner, CO da SkySQL. "Eles estão migrando muitas de suas aplicações que antes trabalhavam em MySQL para MariaDB. Nós estamos colaborando no desenvolvimento de características que permitem a migração".

O Google opera com uma versão altamente modificada da MySQL 4.0, rodando agora o build personalizado 5.1. A MariaDB 10.0 equivale à MySQL 5.6, o que está gerando muito trabalho para o Google, para entender bem as modificações entre as versões.

O maior movimento, no entanto, não é tecnológico, mas sim corporativo. Essa mudança vai tirar muito poder de influência da Oracle. A Red Hat também está abandonando a MySQL em favor da MariaDB em seu Red Hat Enterprise Linux 7.

Fonte: The Register

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários