Home » Hardware » iBeacon pode ser uma dura resposta da Apple ao NFC

iBeacon pode ser uma dura resposta da Apple ao NFC

Tecnologia iBeacon da Apple pode se tornar uma pedra no sapato do NFC

6 anos atrás

Estimote Smart Beacon

O NFC veio como uma solução interessante para se trocar informações e até mesmo realizar compras, dentre outras aplicações. Ainda que no Brasil seja timidamente no usado, em vários países é possível comprar produtos apenas aproximando o celular da etiqueta de gôndola. No Japão é possível comprar bilhetes de trem ou produtos em máquinas de rua.

O único problema é que ela não está engrenando por falta de massa crítica, e muitos acusaram a Apple como a culpada por não instalar NFC em seus gadgets. A afirmação não se sustenta visto que, se houvesse adesão maciça por parte dos usuários, nada do que a empresa fizesse impediria a tecnologia de deslanchar. Além do mais, a Samsung adotou e ela detém um market share maior que a Apple, e nem isso ajudou.

Mas não é o caso de que a Apple não viu potencial no formato: ela apenas estava desenvolvendo algo melhor que o NFC. Durante a WWDC 2013 a empresa anunciou, entre as diversas novidades que o iOS 7 traria uma tecnologia chamada "iBeacon", que até o momento ninguém disse uma única palavra.

ibeacon-001

Entretanto uma startup chamada Estimote lançou um vídeo-conceito demonstrando o suporte à tecnologia através de seu produto, o Smart Beacon. O transmissor utiliza Bluetooth de Baixa Energia (BLE) para criar uma pequena rede (ou beacon, daí o nome) de até 50 metros de alcance e que fornece informações contextualizadas ao consumidor, dependo de sua posição. Por exemplo, ele fornece propagandas na entrada de uma loja, destaca as promoções em determinado setor e habilita a opção de pagamento próximo do caixa. E o iOS 7 será o primeiro sistema mobile a ser beneficiado com a novidade.

Como o Smart Beacon funcionaria numa loja

O grande negócio é o alcance. Veja bem, ainda que o NFC seja mais barato, para funcionar é preciso que o aparelho esteja a centímetros do sensor. Para uma loja de uns 16 mil metros quadrados seria preciso instalar uma etiqueta na frente de cada produto, e ainda que custe centavos, é um processo moroso. Caso o lojista opte pela solução da Estimote, ele só precisaria de sete Smart Beacons, e dadas as vantagens seria um custo que valeria a pena bancar. Até a manutenção é barata: os transmissores podem durar até anos sem recarga.

O Google apoiou massivamente o NFC, mas recentemente começou a ceder ao BLE, permitindo o suporte à tecnologia no Android 4.3. Já a Apple chegou a testar o formato (algumas patentes mostram isso), mas muito provavelmente para ver onde ela poderia melhorar o feature. Mas novamente vai depender de adoção em massa, e ao menos na praticidade o iBeacon já se mostra melhor.

Fonte: GigaOM.

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários