Home » Hardware » Depois de fabricar o A7 para a Apple, Samsung promete smartphones com processadores de 64 bits

Depois de fabricar o A7 para a Apple, Samsung promete smartphones com processadores de 64 bits

Samsung vai equipar próxima geração de smartphones com processadores de 64 bits, após ela própria fabricar o Apple A7 que equipa o iPhone 5s

6 anos atrás

apple-a7

Ao contrário do noticiado anteriormente, a Samsung acabou por fabricar os atuais processadores A7 que equipam o iPhone 5s, sendo ele o primeiro smartphone com um processador de 64 bits.

Passado o momento de exclusividade (pelo qual Cupertino deve ter pago muito bem), a empresa coreana anunciou que a próxima geração de seus próprios aparelhos também virá equipada com SoCs do tipo, portanto o Galaxy S5 e similares high-end com certeza já serão beneficiados com a novidade. A declaração veio do líder da divisão de negócios Shin Jong-kyun, enquanto anunciava os planos da empresa de expandir mercado na China tal qual a Apple.

Veja bem, não é uma questão de "se ela pode eu posso", mas de "agora que ela anunciou, eu posso lançar pra mim já que quem fabrica sou eu". Nada pessoal, só negócios. Ainda que Apple e Samsung estejam em guerra nos tribunais por disputa de patentes, Cupertino não pode ignorar que a Sammy detém a excelência no processo de fabricação de processadores, algo que a TSMC, a segunda fornecedora tenta se aproximar. Até onde se sabe, no momento a fabricante taiwanesa detém um contrato para a fabricação dos processadores A8 e A9, mas até o lançamento das próximas gerações de iPhones tudo pode mudar. A Apple prima por experiência de uso e componentes estado-da-arte, a Samsung entrega o prometido, fim da história.

Sobre os processadores em si, ainda que a Apple tenha vendido o A7 como uma revolução nos gráficos e poder de processamento, tudo o que ela disse é marketing. Um dos principais motivos que justificam a adoção do novo formato é o endereçamento de RAM. Processadores de 32 bits são limitados a apenas 4 GB de memória, e dependendo do SO apenas uma quantidade de 2 a 3 GB podem ser utilizados por programa. Processadores de 64 bits endereçam 16 EB (exabytes) de memória. Esse é um limite que os smartphones ainda não atingiram, entretanto processadores de 64 bits são essenciais em servidores, que precisam movimentar quantidades mamutescas de dados.

O A7 por sua vez pode permitir que a Apple considere variações futuras dos processadores como uma alternativa à Intel, caso ela mude de ideia e volte a equipar seus Macs com seus próprios chips. Ainda que seja uma possibilidade remota, não é algo tão difícil de acontecer.

Fonte: KT via Engadget.

relacionados


Comentários