Home » Games » Indústria » Phil Spencer diz que "mudanças no Xbox One são a prova de que a Microsoft ouve seu público"

Phil Spencer diz que "mudanças no Xbox One são a prova de que a Microsoft ouve seu público"

Phil Spencer responde críticas da Sony e diz que as mudanças do Xbox One se deram porque a empresa ouve seus consumidores

6 anos atrás

phil-spencer

A Sony não perdeu a chance de mais uma vez alfinetar a Microsoft durante a Gamescom 2013. Durante a coletiva da empresa, o presidente e CEO da Sony Computer Entertainment Andrew House disse que "a empresa foi consistente em suas decisões", se referindo às inúmeras reviravoltas envolvendo as restrições do Xbox One. Claro, quando você está remando para o lado oposto é fácil apontar.

Mas o líder da Microsoft Studios Phil Spencer resolveu revidar. Adotando a postura "enough is enough" acerca das piadinhas mas com educação, ele deu uma entrevista à Eurogamer dizendo que "certas pessoas" estão tentando transformar as mudanças em uma coisa ruim, quando deveria ser o contrário: uma prova de que a Microsoft ouve seu público:

"Certas pessoas estão tentando transformar o que estamos fazendo em algo ruim, e eu discordo disso. (...) Esse relacionamento de duas vias com o consumidor é o núcleo do que queremos fazer com a plataforma. E se nós não tivermos a capacidade de ouvir e reagir ao que o público está dizendo, então estamos desconectados demais das pessoas que investem em nosso console e nos games que criamos."

Na visão de Spencer, o Xbox One é encarado como um serviço além do console, então mudanças devem ser esperadas. Entretanto ele lembra que funções-chave não foram alteradas e que a ideia é convergir o mercado físico e digital de games.

Claro que a Sony aproveitou o backlash sofrido pela Microsoft e foi na direção oposta, usando todo o episódio do Xbox One ao seu favor, mas a verdade é que a empresa japonesa teve tempo para se preparar entre o anúncio do console rival e a E3, pois ainda acredito que caso a resposta do público fosse outra, o PS4 teria as mesmas restrições. No fim das contas, a impressão que tenho é de que o Xbox One foi boi de piranha nessa história.

Fonte: GI.

relacionados


Comentários