Home » Games » Cultura Gamer » Produtos da Sega ficaram esquecidos em armazém na Tailândia por quase duas décadas

Produtos da Sega ficaram esquecidos em armazém na Tailândia por quase duas décadas

Homem encontra caixas lacradas de consoles e jogos do Mega Drive esquecidos em armazém por 18 anos.

5 anos atrás

1537-18-year-old-sega-mega-drive-supply-uncovered-in-warehouse

Se vocês gostam de games antigos, colecionam consoles de 64 bits ou menos e gostam de assoprar cartuchos, então vocês compartilham comigo e outros amigos aqui do Meio Bit o sonho de descobrir um carregamento de videogames esquecido em algum contêiner, armazém ou fábrica abandonada. Pois este sonho se tornou realidade para um homem que trabalha com importação e exportação de produtos eletrônicos, na Tailândia.

Segundo NeoGeoThai, como preferiu se identificar o rapaz em um fórum francês especializado no assunto, ele encontrou 20 caixas do console Mega Drive II, todas lacradas, além de várias cópias de 18 clássicos da plataforma, como Sonic The Hedgehog 2, Streets of Rage 2, Ecco The Dolphin, Jurassic Park, Battletoads e Street Fighter II. Todos os produtos são originais e estavam ali parados há 18 anos.

Veja algumas imagens que ele divulgou:

md211

img_6815

img_6814

md311

Obviamente o cara já deixou claro que pretende vender os produtos, já que ele não tem espaço para guardar estava vasta coleção da Sega. Os interessados nos videogames terão que estar dispostos a desembolsar pelo menos 70 euros (para a modalidade de frete mais barata, cuja entrega demora pelo menos 30 dias) por console. Os cartuchos, praticamente intocados, saem entre 10 e 15 euros cada.

Fazendo uma conta aqui por cima, noves fora, cai zero, o cara encontrou um carregamento que pode garantir pra ele algo em torno de R$ 5.500,00. Que tal, cair assim do céu R$ 5500 na sua conta? No meu caso seria menos, pois boa parte do estoque seria consumido. Pensando bem, eu seria um péssimo vendedor de produtos eletrônicos.

UPDATE: Como muitos dos leitores lembraram, acreditamos que este sortudo conseguiria muito mais que esse valor se ele anunciasse os produtos em sites como o eBay, pela raridade da coisa. Ele deve ter seus motivos. Mas uma coisa é certa: A maioria destes produtos vai sim parar no eBay, é só uma questão de tempo.

Fonte: Retro Collect.


Leia mais sobre: , , , , , , .


relacionados


Comentários