Home » Meio Bit » Open-Source » Quer apoiar o Open Source? Então pare de encher o saco e coloque a mão na massa

Quer apoiar o Open Source? Então pare de encher o saco e coloque a mão na massa

11 anos atrás

Um dos motivos que me fez ir à Bossa Conference, além do delicioso bolo de rolo que ganhamos da organização foi perceber que era um evento voltado para desenvolvedores, tanto independentes quanto de empresas envolvidas de verdade com projetos Open Source.

Gente que ganha dinheiro, vive bem e efetivamente contribui, tanto com projetos próprios como para projetos de terceiros.

Vi gente revoltada com os freetards que atacam a Apple. Segundo quem entende mais do que eu, a Apple contribúi muito para o Webkit, e este melhorou bastante depois que os patches de Cupertino começaram a aparecer no CVS.

Vi muita gente feliz por ver um evento onde efetivamente coisas aconteciam, projetos eram lançados, atualizados e compartilhados. Um dos muitos gringos, responsável por uma biblioteca cascuda, que estava causando alguns problemas no Canola se ofereceu para resolver ali mesmo os problemas. "me arruma um canto lá no INDT, em uns dias eu resolvo o problema".

Nas palavras de um dos participantes, ali não havia "Che Guevaras digitais", somente gente que botava a mão na massa.

A posição oficial da Free Software Foundation é que o Software Livre NÃO é alinhado com nenhuma doutrina política, muito menos é um meio para acabar com o capitalismo. Eles sabem que em países como o Brasil esse viés ideológico é sustentado, inclusive por políticos E por estudantes imberbes em busca de uma causa, visto que são uma geração sem muito o que lutar.

O problema que isso causa? Isso atrasa MUITO a adoção do Software Livre pelo mercado. Nenhum empresário vai adotar algo que um monte de freetards vermelhos alardeia como uma ferramenta para acabar com o capitalismo.

Mais ainda, isso cria a ilusão de que simplesmente encher a orelha dos outros com "use software livre use software livre use software livre" basta, quando a melhor forma de convencer alguém a usar software livre (na verdade qualquer software) é mostrar uma solução melhor que a que o sujeito está usando no momento.

Somente os freetards mais radicais acham que um discurso de meia-hora é mais eficiente do que 5 minutos demonstrando um Firefox cheio de plugins.

Pior: Como no Brasil grande parte dos defensores mais ferrenhos do software livre NÃO são desenvolvedores, temos uma situação a meu ver ridícula, onde o sujeito enche a boca dizendo que contribui para N projetos, e na verdade só faz tradução.

Um empresário, que preferiu permanecer anônimo, reclamou disso. De duzentos currículos clamando "experiência em projetos de software livre", 199 se resumiam a "contribuiu para tradução".

Isso é muito, muito, muito pouco. Isso literalmente qualquer um faz. O que o software livre (e qualquer software, aliás) precisa é de DESENVOLVEDORES.

É, o Ballmer está certo. Developers, developers, developers. Mexa seu traseiro gordo, comece a aprender a programar. Aprenda direito, para não produzir lixo. O Sourceforge está cheio de coisas inúteis. Desenvolva bom código, corrija e melhore projetos existentes, crie seus próprios. Aí sim você estará realmente contribuindo. Inclusive para si mesmo, pois o mercado transborda de tradutores mas carece de bons desenvolvedores.

relacionados


Comentários