Home » Indústria » Hyper-V: A Microsoft entra de sola no mercado de virtualização

Hyper-V: A Microsoft entra de sola no mercado de virtualização

12 anos atrás

Essa foi a impressão de vários dos presentes no evento do dia 29 de Fevereiro. A Microsoft resolveu bater de frente com a VMWare no mercado de virtualização. Uma das versões do Windows Server virá com direito a 4 instâncias do mesmo, dentro da mesma licença. Pelo preço de uma cópia, a Microsoft azeitou a vida de quem trabalha com os servidores: não é preciso licenças extras para as instâncias do sistema operacional.

E obviamente, ferramentas para administrar essas máquinas virtuais também foram rapidamente demonstradas. Será possível migrar, como o VMWare, um parque de máquinas legadas para dentro do ambiente virtualizado, encapsulando aquele ambiente, importando as configurações daquele equipamento legado. Ou seja, se um servidor ficou velho e anda meio capenga, é possível migrar ele inteiro para um ambiente virtualizado, com análise de compatibilidade e formas de resolver o problema.

E como não poderia deixar de ser, será possível importar para dentro do Hyper-V as máquinas virtuais VMWare. Sim, eles declararam guerra.

Conversando com o Eduardo Campos, gerente-geral da divisão de servidores da Microsoft Brasil, uma jornalista perguntou se não seria um certo prejuízo para a Microsoft deixar de vender 4 licenças do Windows Server 2008 como ocorreria com a versão 2003. Ele afirmou que sim, mas é uma nova forma de fazer negócios. E mesmo assim, se o sistema começar a crescer, as empresas precisarão de mais máquinas e a escolha óbvia seria o Windows Server 2008. A versão Datacenter não possui limites do número de máquinas virtuais possíveis e obviamente é a mais cara.

O Hyper-V também será vendido separadamente e terá um custo de 80 reais. Vai ser interessante obvervar os próximos passos da VMWare. Será que eles irão apelar para os advogados, tão comum nos EUA?

Fonte: Evento da Microsoft, Hotel Hilton

relacionados


Comentários