Home » Meio Bit » Open-Source » O erro do Software Livre

O erro do Software Livre

11 anos atrás

Num blog até então desconhecido para mim, o autor relatou de maneira bem clara algo muito interessante: o principal erro do software livre. E do Linux, conseqüentemente.

21-02-08 Nelson haha 

Sem nem transcrever, uma única frase resume todo o artigo:

"O que acontece é que o tal “movimento de SL” é composto por pessoas muito chatas. Muito chatas! De xiitas que ficam demonizando a microsoft e os softwares pagos. Ficam com frases do tipo: “eu sou livre, seja livre vc tb”, “consegui usar o windows por 3 minutos sem travar rsrsrsrs” e essas coisas."

Realmente. O MeioBit mesmo já foi palco de várias discussões com gente que se encaixa na descrição do autor, e o brinde da insígnia Troll não foi criado por acaso. Poxa, pessoal... comecei a usar Linux em 2003, numa época que demonizar a Microsoft até fazia algum sentido: nós não tínhamos softwares e nossa compatibilidade era extremamente porca. E ainda houve épocas mais tenebrosas! Usar Linux deveria ser tão agradável quanto usar o MenuetOS, talvez pior. Os usuários Ubuntu que estão chegando agora nem sabem dos problemas que enfrentamos para que eles pudessem receber tudo mastigado e funcionando.

Será que essas pessoas (fanboys, claro!) não percebem o quanto o xiitismo e o radicalismo ideológico prejudicam a imagem do sistema operacional? Empresas adotam Linux não por ser livre, por que é bonito ou por que o Windows trava e todo mundo sabe disso - bem menos do que antes, sem qualquer sombra de dúvida. Hoje, empresas usam Linux (e não GNU/Linux) pois o sistema oferece mais vantagem na prática (incluindo o custo) do que o sistema da Microsoft. 99,9% das empresas que usam Linux não alteram o código de fonte de seus programas, mas adquirem licenças com a RedHat, Novell e Mandriva para que o sistema funcione e tenha garantia de suporte numa falha eventual. Elas pagam por isso.

Fico estupefato vendo pessoas que se intitulam usuários do sistema há 7, 8, 10 anos, e com mentalidade de adolescente-rebelde-socialista-protestando-da-janela-do-apartamento-em-zona-nobre. Homens feitos, 35, 40 anos. Pessoas assim deveriam saber de cor e salteado como as coisas funcionam, que o mundo não é lindo e maravilhoso, e que a idéia de software livre pregada pelo Stallman não é aplicável ao meio corporativo.

E o pior é que, essa turma de empolgados faz tanto barulho que quem acaba se prejudicando é quem realmente desenvolve, implementa e vende o sistema, quem empurra o Linux pra frente. Já não passou da hora da "comunidade software livre" amadurecer, abrir sua mente para novas tecnologias (inclusive da Microsoft) e parar com a utopia? O Linux ia crescer muito mais.

relacionados


Comentários